Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião Opinião

Doces, porém firmes

Por Angela Berthon
Publicado em: 12.10.2021 às 03:00 Última atualização: 12.10.2021 às 08:28

Mais uma vez chegou o mês de outubro, e com ele o Dia das Crianças, e todas as atenções se voltam para este público: são presentes, festas, brinquedos.

O mês é delas, e parece que toda essa atenção com elas acabam ficando apenas no dia 12 de outubro, quando toda criança merece uma infância feliz.

Acredito que na defesa e garantia de direitos de crianças e adolescentes, ainda falta muito a comemorar, e sim incentivar a luta e rede de proteção em prol delas fomentando o debate.

Diante destas questões e tantos relatos que tristemente assistimos pela mídia ( felizmente alguns com resultados positivos e pró ativos pela rede de proteção) às crianças e adolescentes têm pouquíssimo a comemorar, nossas festas, brincadeiras e presentes estão sujos de sangue e dor, o sangue e a dor de muitas delas!

O olhar atento de toda sociedade para a proteção de nossas crianças, qualquer suspeita deve ser levada a conhecimento das autoridades.

Em 2021 os números de violência infantil subiram, em decorrência do da pandemia. Nosso dever é denunciar sempre, isto é fundamental.

Talvez não haja o que comemorar, mas há muito que lutar. Que fiquemos com as sábias palavras de Dom Helder Câmara, "Há criaturas como a cana: mesmo postas na moenda, esmagadas de todo, reduzidas a bagaço, só sabem dar doçura".

Que sejamos doces, porém firmes, como as crianças e os adolescentes, que mesmo tendo seus direitos violados resistem em existir!

Que possamos lutar para torná-los cada vez mais sujeitos e protagonistas dessa luta. Só um olhar vigilante da sociedade ira mudar. A responsabilidade é de todos.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.