Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Pandemia no RS

Obesidade e falta de estudo marcam perfil das vítimas de Covid no Estado

Entre os idosos que morreram de coronavírus, a prevalência de doenças preexistentes foram as do coração, diabetes e pressão alta

Por Débora Ertel
Publicado em: 16.03.2021 às 11:28

UTI Covid no Hospital Centenário também enfrenta superlotação Foto: Divulgação/Hospital Centenário
A obesidade é uma das comorbidades mais presentes nas vítimas jovens de Covid-19 no Estado. A falta de escolaridade também é uma característica comum entre os mortos pela pandemia no Rio Grande do Sul.

Os dados foram apresentados na manhã desta terça-feira (16) durante o Papo Científico, uma conversa promovida pelo Piratini entre os Richard Salvato, especialista em saúde do Laboratório Central do Estado (Lacen), Eduardo Viegas da Silva, farmacêutico da Secretaria Estadual da Saúde, e Cynthia Molina Bastos, diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS).

Segundo o levantamento, entre os idosos que morreram de coronavírus, a prevalência de doenças preexistentes foram as do coração, diabetes e pressão alta. Já nas pessoas abaixo de 60 anos, a comorbidade mais frequente, além de doenças cardíacas e diabetes, era a obesidade, presente em 30% das vítimas.

Outro dado que chama atenção no perfil dos óbitos é que, com exceção da faixa etária de 80 anos ou mais, a maioria das vítimas não tem nenhuma escolaridade.

Na avaliação dos pesquisadores, isso tem reflexo direto no acesso á renda, saúde mental, alimentação adequada, moradia e tempo para fazer atividade física, entre outros. O estudo não tem impacto entre os mais idosos porque nesta idade a letalidade do vírus é rápida e alta, independente das condições de vida do paciente.

Perfil de escolaridade das vítimas de covid no Estado

Perfil de comorbidades das vítimas de covid no Estado

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.