Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região FEMINICÍDIO

Polícia divulga identidade de jovem que foi morta e jogada em barragem

Vítima, de 24 anos, era natural do Maranhão e trabalhava em uma plantação de batatas, em São Francisco de Paula

Por Mônica Pereira
Publicado em: 17.06.2022 às 10:39 Última atualização: 17.06.2022 às 11:26

A Polícia Civil divulgou a identidade da jovem gestante morta a pedradas e que teve o corpo jogado na Barragem da Corsan, em São Francisco de Paula. Vanessa Cruz Gomes, de 24 anos, foi encontrada nua e com os pulsos amarrados dentro da água no último domingo (12).

Ela estaria grávida de dois meses, segundo a investigação. A vítima era natural do Maranhão, mas estava morando em São Francisco de Paula, onde trabalhava em uma plantação de batatas.

Mulher era natural do Maranhão e trabalhava na cidade
Mulher era natural do Maranhão e trabalhava na cidade Foto: Reprodução

Conforme a delegada responsável pela investigação, Fernanda Seibel Aranha, o corpo foi encaminhado para necropsia, assim como solicitada perícia para verificar se ela sofreu abuso sexual. O caso é tratado como feminicídio.

O homem, de 37, suspeito de ter matado a jovem, foi preso em flagrante horas depois do crime e encaminhado ao presídio. Em depoimento à Polícia, ele disse que saiu de um bar com a vítima e, após um desentendimento, defendeu-se das agressões dela. O Ele ainda relatou que os dois eram usuários de drogas.

Ainda segundo o depoimento do suspeito, ele tinha uma relação afetiva ocasional com Vanessa há três meses. A delegada destaca que não há informações sobre uma possível paternidade.

As roupas usadas pelo homem, que não teve o nome informado, apresentavam vestígios de sangue. O material foi encaminhado à perícia para confronto com o DNA da mulher. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.