Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SAÚDE

Baixa procura pela vacina contra a gripe na região preocupa

Proteção contra o sarampo também está em queda, segundo o Ministério da Saúde

Publicado em: 02.05.2022 às 18:04 Última atualização: 02.05.2022 às 21:40

Com o objetivo de aumentar a proteção, o governo do Estado ampliou nesta segunda-feira (2) a vacinação contra a gripe para gestantes, puérperas, professores, pessoas com comorbidades, deficientes, forças de segurança, caminhoneiros, portuários, detentos e povos indígenas.

Vacinação Gripe
Vacinação Gripe Foto: Diego da Rosa/GES

Só São Leopoldo está com 14 postos de saúde aplicando as doses, mas na tarde de ontem, na UBS Materno Infantil, por exemplo, a sala de espera estava lotada, mas somente por pais e crianças que foram receber as vacinas contra a influenza e o sarampo. Até as 14 horas, ninguém do grupo prioritário havia aparecido no local.

De acordo com o secretário de Saúde de São Leopoldo, Diego Pitirini, a preocupação maior é em relação aos idosos.

"Desde o início há uma baixa procura pela vacina da gripe e temos uma nova cepa do vírus circulando, que é a H3N2 e a vacina já inclui na formulação a proteção contra esta cepa. Estamos perto do inverno e os sintomas da gripe muitas vezes são confundidos com os da dengue e Covid. Temos cerca de 35 mil idosos na cidade, a meta é vacinar 22 mil e até agora vacinamos 12 mil idosos. A preocupação é muito grande. O ideal seria vacinar mais 10 mil idosos nas próximas duas semanas."

Números do Dia D

Conforme as prefeituras de São Leopoldo, Sapucaia do Sul e Esteio, 5.348 pessoas (entre crianças, idosos, trabalhadores da saúde e outros grupos) receberam a dose contra a influenza no Dia D, que ocorreu no sábado (30), quando houve uma grande mobilização com o objetivo de imunizar o maior número de pessoas. Já um total 2.863 crianças e trabalhadores da área da saúde se imunizaram contra o sarampo. Portão divulgará os números hoje e Capela de Santana não havia respondido até o fechamento desta edição.

Vacinação contra o sarampo

Conforme o Ministério da Saúde, apenas 50% do público-alvo foi vacinado contra o sarampo em 2021.
São Leopoldo, deve anunciar ainda esta semana, de acordo com a assessoria de comunicação da Semsad, o total de pessoas imunizadas até agora, mas durante a campanha do Dia D, foram aplicadas 1.523 doses do sarampo. Em Sapucaia do Sul, foram 881 e em Esteio, 459.
A campanha, porém, segue ocorrendo e os pais devem levar os pequenos com idade entre 6 meses e 5 anos para se vacinarem.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.