Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região CRIME ORGANIZADO

Quadrilha alugava carros para assaltos e tráfico no Vale do Sinos

Ladrão foi preso com dois veículos em casa no bairro Boa Vista, em Novo Hamburgo, em esquema que lesava locadoras no Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Por Silvio Milani
Publicado em: 18.10.2021 às 20:27 Última atualização: 19.10.2021 às 08:00

Em liberdade provisória por uma série de crimes, como roubo, tráfico, estelionato e até tiroteio com brigadianos no Vale do Sinos, um jovem, de 22 anos, foi preso nesta segunda-feira (18) com dois carros alugados. Segundo a 3ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, ele faz parte de esquema que emprega laranjas para lesar locadoras e usar os veículos em vários delitos, principalmente assaltos à mão armada e transporte de droga.

Jeep Renegade e Peugeot 208 foram apreendidos nesta terça-feira na casa de bandido em liberdade provisória
Jeep Renegade e Peugeot 208 foram apreendidos nesta terça-feira na casa de bandido em liberdade provisória Foto: Polícia Civil

O nome do indiciado não é informado por conta da Lei de Abuso de Autoridade.

Os agentes foram cumprir mandado de busca e apreensão em uma casa na Rua Aracaju, bairro Boa Vista, em Novo Hamburgo, por volta das 7 horas. Uma mulher estava saindo para o trabalho. O namorado dela dormia. Era o criminoso VFSJ.

Na garagem, havia dois carros com registro de apropriação indébita - um Peugeot 208 prata alugado em julho e um Jeep Renegade branco retirado de locadora no início deste mês. Os contratos estavam em nome de outros, que emprestam ou vendem dados pessoais para a quadrilha. São os laranjas.

Tempo

“Essa modalidade de crime de locar veículos por laranjas, e depois se apropriarem sem devolvê-los, está em alta hoje em dia, pois sabem da morosidade que as locadoras têm para registrar as ocorrências de furtos ou apropriações indevidas”, declara o delegado da 3ª DP, Alexandre Quintão.

Dá tempo para usar em forma de rodízio entre quadrilhas, de diferentes regiões, e até de negociar em vendas fraudulentas. Há empresas lesadas em todo o Estado e também em Santa Catarina. O Jeep apreendido, locado em Gravataí, está identificado em recente furto de veículo em Porto Alegre. Com provas irrefutáveis, como imagens e placa anotada pela vítima.

'É surpreendente a quantidade de laranjas'

Mais de dez pessoas são investigadas no esquema. “É surpreendente a quantidade de laranjas. Provavelmente serão indiciados”, observa o chefa de Investigação da 3ª DP, inspetor Ivan Carlos da Silva. Segundo ele, o golpe vem se intensificando nos últimos meses. “O laranja vai lá e aluga. O carro fica em poder dos criminosos, que fazem o que querem com ele até perder.”

O silêncio em mais um flagrante


Com o flagrante no mandado de busca, o morador foi indiciado por receptação. A ficha dele surpreendeu os policiais. “Mentiu que trabalha. A profissão dele é o crime”, comenta Ivan. Na delegacia, com advogada, ficou em silêncio. No histórico do investigado, há um tiroteio com policiais militares no bairro Scharlau. “Atirou contra os PMs em abordagem. Estava com uma Tucson roubada e foi preso em flagrante com um comparsa”, relata o inspetor. O confronto aconteceu em 2019, mesmo ano de outro flagrante, em Estância Velha, com um Honda Civic roubado. “A maioria dos crimes cometidos por ele são de 2019 para cá. Foi preso várias vezes.”

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.