Publicidade
Botão de Assistente virtual

Em duas horas, cerca de 100 motoristas são flagrados por excesso de velocidade na RS-239

Desde o começo do mês, policiais rodoviários reforçam a fiscalização noturna em novos trechos da rodovia

Reportagem: Jauri Belmonte

Em um trajeto de seis quilômetro da RS-239, a fiscalização noturna do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) flagrou mais de 100 veículos acima da velocidade. As infrações foram registradas no horário das 20 e 22 horas de terça-feira (5), entre as cidades de Araricá e Nova Hartz, onde o limite de velocidade é 60km/h.

Esse trecho, que abrange os quilômetros 33 a 38, é um dos mais violentos da estrada. Foi também, próximo ao pórtico de acesso à cidade das Azaleias, que Mauro Roni Hartmann, 53 anos, morreu atropelado ao tentar salvar a neta. Ele foi atingido por uma caminhonete que seguia em alta velocidade. O veículo participava de um racha, segundo os agentes do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) de Sapiranga.

Esse ano, violência no trânsito já matou mais de 20 pessoas nessa rodovia. Mais de 50% dos acidentes com morte na RS-239 acontecem por conta da imprudência, seja de condutores ou pedestres. O comandante do pelotão rodoviário da Brigada Militar de Sapiranga, tenente Álvaro Júnior Ortiz Borba, afirma que a fiscalização noturna sempre aconteceu. No entanto, o grupo está atuando desde o início de outubro em novos pontos da rodovia. "Focamos nesse trecho entre Araricá e Nova Hartz, pois é onde, nas últimas semanas, a quantidade de acidentes tem nos chamado a atenção. Algo precisa ser feito. Mas isso, não significa que não faremos fiscalização em Novo Hamburgo, Campo Bom, Sapiranga ou Parobé, por exemplo".

 

Também em Araricá

 

Na sexta-feira (1º), noite em que o pelotão atuou pela primeira no novo trecho, em uma hora foram flagrados 145 condutores acima da velocidade permitida.

Alta velocidade e imprudência

O excesso de velocidade de 20% até 50% acima do limite permitido, conforme o inciso II do art. 218 do Código de Trânsito, configura-se como infração grave. Acima de 50% é considerada gravíssima, gerando multa e suspensão do direito de dirigir. 

Ortiz reafirma que a imprudência é uma das principais causas de acidentes na rodovia, inclusive aqueles com óbito.

Os dados do Comando Rodoviário reforçam isso:

  • 50% imprudência do condutor,
  • 18,18% travessia arriscada de pedestres,
  • 13,64% um dos envolvidos não possuía habilitação,
  • 9,09% o não uso do cinto de segurança,
  • 4,55% embriaguez;
  • 4,55% desrespeito ao ciclista. 


Para reduzir os acidentes, o CRBM tem reforçado algumas ações, inclusive a fiscalização noturna com radares, que por vezes acontece na madrugada. O grupo também considera importante abordagens em trechos pontuais.

A rodovia é uma das mais violentas do Estado e soma, somente nem 2021, 29 mortes por conta de acidentes que aconteceram no trecho entre Novo Hamburgo e Rolante. Mais da metade desses óbitos aconteceram entre Araricá e Parobé.

 

Rodovia multifacetada

A RS-239 tem 123 quilômetros e corta 12 municípios. Multifacetada, é uma via rural com características urbanas, pois passa por cidade mais populosas entre os vales do Sinos e Paranhana. 

Em meio a trechos de mata e urbanização, algumas características arquitetônicas da rodovia reforçam o perigo. São 66 retornos nos dois sentidos da estrada somente no trecho analisado pelo Jornal NH. Alguns foram colocados perto de acessos a estabelecimentos comerciais e indústrias. A rodovia também tem pontos de iluminação deficiente.

"Temos muitos acessos e retornos, que são segmentos de risco. Os acidentes de trânsito, que são em sua maioria evitáveis, não acontecem apenas por um fator ou causa. Na dinâmica dos acidentes, há que se considerar as condições anímicas de condutores e pedestres, as condições da via, sinalização, situação climática e as características da rodovia", diz o CRBM.



Gostou desta matéria? Compartilhe!
Publicidade
Matérias especiais
TECNOLOGIA

'Apagão' do WhatsApp, Facebook e Instagram traz à tona a insegurança do compartilhamento de dados

Tecnologia
COMUNIDADE

Saiba quais os ensinamentos da 'Dona Cela' para cuidar melhor de idosos

Região
ESPECIAL
premium

Artesanato rural é sinônimo de moda e sustentabilidade em Igrejinha

Região
Saúde

Câncer infantojuvenil tem 80% de chance de cura se detectado precocemente

Região