Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Investigação

Paciente morto no Centenário foi executado por engano; vítima tinha 19 anos

Quatro homens invadiram o hospital na madrugada desta sexta-feira
09/11/2018 07:10 09/11/2018 13:22

O paciente morto no Hospital Centenário foi identificado como Gabriel Villas-Boas Minossi, de 19 anos. Segundo a Polícia, a investigação aponta que o jovem foi executado por engano. O alvo dos criminosos seria outro homem, que também está internado na casa de saúde e que chegou ao local após ser baleado na quarta-feira.

Segundo o pai de Gabriel, Marcelo Missoni, o filho estava internado se recuperando de um acidente de moto sofrido na quinta-feira. Ele teria alta ontem, mas por conta de estar com a pressão alterada, não foi liberado. O pai do jovem conta ainda que na tarde de quinta-feira já corria pelos corredores do hospital a informação de que queriam matar um homem internado no local. O paciente em questão teria sido  transferido de ala e não estaria na área cirúrgica, onde houve a execução. Também não havia segurança reforçada no Hospital no momento do ataque. 

Brigada Militar e Polícia Civil estão no local. Segundo a assessoria de imprensa do Centenário, os atendimentos não serão afetados. 

Ataque na madrugada

De acordo com a Brigada Militar, os atiradores chegaram no hospital por volta das 4 horas, entrando pela ala de Emergência e foram seguindo em direção à unidade cirúrgica. Segundo relato de testemunhas à Polícia, os criminosos estavam com armas longas e rendiam os funcionários conforme iam acessando o hospital.

A assessoria imprensa do Centenário explica que, no local da execução, os pacientes estão internados para recuperação e que o paciente morto estava internado no espaço. Os feridos seriam outro paciente e um acompanhante. 


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE