Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País RETOMADA

Servidores do INSS encerram greve após 62 dias

Pelo acordo, grevistas terão até 30 de junho para compensar as horas não trabalhadas

Por Antonio Temóteo/Estadão Conteúdo
Publicado em: 24.05.2022 às 17:17 Última atualização: 24.05.2022 às 17:17

Após 62 dias de greve, os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) assinaram na segunda-feira (23), no Ministério do Trabalho e Previdência, um acordo para encerrar o movimento paredista. Com isso, a categoria voltou ao trabalho nesta terça-feira (24), informou a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps).

Pelo acordo, os grevistas terão até 30 de junho para compensar as horas não trabalhadas
Pelo acordo, os grevistas terão até 30 de junho para compensar as horas não trabalhadas Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil
Pelo acordo, os grevistas terão até 30 de junho para compensar as horas não trabalhadas.

Além disso, o Ministério do Trabalho e Previdência se comprometeu a enviar à Casa Civil, em até 30 dias, uma proposta de Medida Provisória (MP) ou projeto de lei em regime de urgência para tornar a carreira como típica de estado.

A proposta deve estabelecer como critério mínimo de admissão para o cargo de técnico o nível superior de escolaridade.

Caso o governo conceda reajustes salariais diferenciados, a Pasta também se comprometeu a pleitear o mesmo percentual para os servidores do INSS.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.