Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País BRASÍLIA

Bolsonaro vai a 'lanchaciata' e pilota moto náutica entre apoiadores

Veículos aquáticos estavam cheios e exibiam bandeiras do Brasil. Algumas pessoas chegaram a fazer churrasco em suas embarcações

Por Iander Porcella e Wilton Junior/Estadão Conteúdo
Publicado em: 15.05.2022 às 17:52 Última atualização: 15.05.2022 às 17:53

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), participou neste domingo (15) de uma "lanchaciata" em Brasília. O ato foi uma variação das motociatas às quais o chefe do Executivo costuma ir, só que com embarcações. Depois de andar de motocicleta e visitar feiras na cidade, Bolsonaro deu uma volta de moto náutica no Lago Paranoá, nas proximidades do Palácio da Alvorada, e cumprimentou apoiadores que organizaram o movimento.

Bolsonaro vai a 'lanchaciata' e pilota moto náutica entre apoiadores
Bolsonaro vai a 'lanchaciata' e pilota moto náutica entre apoiadores Foto: Reprodução/SBT News
A concentração para o ato estava marcada para as 9 horas, mas os bolsonaristas demoraram a chegar. O número de lanchas e motos aquáticas no Lago Paranoá só começou a aumentar perto do meio-dia.

No geral, os veículos aquáticos estavam cheios e exibiam bandeiras do Brasil. Algumas pessoas fizeram, até mesmo, churrasco em suas embarcações. Um homem chegou a erguer o braço para mostrar um pedaço de carne na ponta do garfo, num momento de alta no preço dos alimentos.

Apoiadores imitaram ainda o "sinal de arminha" característico de Bolsonaro, que defende a flexibilização do porte de arma de fogo.

De acordo com dados do Ministério do Turismo divulgados em 2021, Brasília tem a quarta maior frota náutica do País, com mais de 55 mil embarcações registradas.

Antes de ir à "lanchaciata", Bolsonaro compareceu a feiras em Brasília. Apoiadora do presidente, a turista Nair Tillman, 73 anos, estava pela manhã nas proximidades da Ponte JK, onde ocorria a concentração para a "lanchaciata", na esperança de ver Bolsonaro. "Com ele, eu entro até debaixo d'água", brincou, ao dizer que só subiria numa embarcação se fosse para falar com o presidente.

O slogan do cortejo náutico, "Pela liberdade no Brasil", foi o mesmo usado por apoiadores de Bolsonaro para defender o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). O parlamentar foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de cadeia por ataques à democracia, mas recebeu o perdão presidencial.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.