Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Saúde

Moradores reclamam de falta de médico na USF Liberdade

FSNH informou que uma das médicas está de atestado e a outra em mudança de gestão contratual; mas confirma que haverá médico nesta terça-feira

Por Bruna Mattana
Publicado em: 04.05.2021 às 15:15

Um morador, que não quer se identificar, reclama da falta de médico na Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Liberdade, onde geralmente atendem duas médicas. "Não tem médico desde semana passada. Liguei nesta segunda e me informaram que uma estava com Covid  e a outra em processo de renovação de contrato. Na UBS Liberdade, que fica perto da USF, é difícil de conseguir ficha."

Leia todas as notícias sobre coronavírus

A reportagem do Jornal NH entrou em contato nesta segunda-feira com a USF Liberdade e foi confirmado que não havia médico para atendimento. Nesta terça-feira, a reportagem retornou o contato e foi informado que havia um médico "emprestado" para cobrir a ausência das demais nesta terça, mas que era necessário comparecer ao local para triagem e agendamento de consulta. "Mas esse médico não está aqui todos os dias", disse a atendente. 

Contatada, a Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH) informou que "nenhum usuário ficou sem acolhimento de enfermagem na USF Liberdade até o momento em que está havendo a mudança de gestão contratual de uma das médicas para adesão ao Programa Mais Médicos, que deve ocorrer ainda nesta semana."

Além disso, em nota, disse que a USF Liberdade terá médico nesta terça-feira, fazendo a cobertura, enquanto a médica da unidade faz a mudança de gestão contratual para o Programa Mais Médicos. "O retorno da médica da unidade deve ocorrer ainda nesta semana. A outra médica, sim, está de atestado neste momento."

Conforme a FSNH, ao chegar no local, quem utiliza o serviço no território, passa por avaliação e é encaminhado a uma unidade de referência, conforme o caso, incluindo atendimentos na unidade ao lado, a UBS Liberdade, ou na UBS Santo Afonso. "Ciente das dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19, que também afetam os profissionais de saúde, resultando em afastamentos do trabalho, e da falta de médicos para contratação em várias regiões do País, a FSNH tem aberto seguidamente os seus Processos Seletivos Simplificados (PSS) - está em andamento o quinto deste ano - e tem feito de imediato o chamamento dos selecionados."

De acordo com a instituição, a FSNH deve realizar um concurso público, com previsão para ocorrer em 30 de maio. "Serão vagas para diversas categorias, como mais uma medida para fortalecer a rede de profissionais dedicados à saúde pública em Novo Hamburgo", informou em nota.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.