Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gravataí FLAGRANTE

Funcionário de pizzaria é preso suspeito de abusar de menino de 9 anos em Gravataí

Homem, de 23 anos, teria tocado nas partes íntimas da criança dentro do banheiro do estabelecimento

Publicado em: 11.10.2021 às 14:25 Última atualização: 11.10.2021 às 14:38

Um homem, de 23 anos, foi preso em flagrante, na noite de domingo (10), em uma pizzaria, na parada 79, em Gravataí. O funcionário do restaurante é suspeito de estupro de vulnerável contra uma criança de 9 anos.

De acordo com a Brigada Militar (BM), que atendeu a ocorrência, o menino contou à mãe, uma mulher de 29 anos, que ao entrar no banheiro, junto com outra criança, de 11 anos, o suspeito teria os seguido e, na sequência, abusado dele, tocando em suas partes íntimas. A mãe da vítima comunicou a gerência do estabelecimento, que chamou a Polícia. 

Ao chegar ao local, a BM, então, solicitou imagens de uma câmera de segurança posicionada em frente ao banheiro. As imagens mostram o suspeito entrando junto com as crianças e saindo minutos depois. Diante dos fatos, os policiais encaminharam o homem à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi feita a prisão em flagrante. Ele não teve o nome divulgado pela Polícia Civil. 

O caso será investigado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), responsável pelos casos de violência e assédio contra crianças e adolescentes. Mãe e a criança são moradoras de Porto Alegre, por conta disso, o Conselho Tutelar da capital também foi acionado.

A identidade da vítima será preservada, conforme preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O que diz a pizzaria

O gerente da Cia do Sabor informou que está colaborando com as investigações. Ele já prestou depoimento e disponibilizou as imagens à Polícia Civil. 

O suspeito, que foi demitido por justa causa, trabalhava há quase um ano no local e tinha carteira assinada. Segundo o gerente, ele costumava ser muito elogiado pelos clientes.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.