Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus

Recursos finitos e conscientização

Publicada: 17.06.2020 às 12:54

O diretor também se mostrou preocupado quanto às condições de recursos disponíveis para atendimento de pessoas com Covid-19 em Novo Hamburgo. "Nossa capacidade técnica é finita, infelizmente. Por mais de que tenhamos um aumento no número de leitos, dificilmente se pensa na outra ponta, que é o número de profissionais. Esse número, por vezes não aumenta. Quando falamos do colapso, não falamos apenas de leito, mas também, mão-de-obra", ressalta.

Segundo Fontoura, hoje, no Estado do Rio Grande do Sul, são apenas 430 profissionais cadastrados que podem atuar em UTI. "Posso montar mais 100 leitos de UTI, mas não adiantará se não tivermos profissionais. É como o manuseio em respiradores, preciso de profissionais aptos para tal função. Por isso, pedimos às pessoas para respeitar o distanciamento controlado. Ninguém quer ver o comércio fechado, mas isso não significa que seguiremos tendo uma vida normal como se não houvesse pandemia. Ela é real, está aí, não adianta negar", destacou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.