Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Cachoeirinha MANIFESTAÇÃO

Cozinheiras da rede municipal de Cachoeirinha protestam em frente a Prefeitura

Prefeitura obteve autorização judicial no fim da tarde de quinta-feira (16) para realizar o pagamento diretamente às funcionárias que voltaram a ter atraso no salário

Publicado em: 17.09.2021 às 14:40 Última atualização: 17.09.2021 às 22:01

As cozinheiras que prestam serviço à Prefeitura de Cachoeirinha e estão com seus salários atrasados há um mês, realizam uma manifestação em frente a sede do Poder Executivo. Elas são contratadas pela empresa Kinte Serviços Terceirizados, que voltou a atrasar o pagamento no mês de setembro. O município entrou com uma ação judicial para realizar o débito às funcionárias e obteve autorização no fim da tarde de quinta-feira (16).

Cozinheiras da rede municipal cobram salários atrasados em frente a Prefeitura de Cachoeirinha
Cozinheiras da rede municipal cobram salários atrasados em frente a Prefeitura de Cachoeirinha Foto: Suzana Muller/Especial
De acordo com a representante do movimento, Suzana Muller, foi prometido pelo executivo o pagamento até esta sexta-feira (17), o que não havia acontecido até às 14 horas. Segundo a secretária de Modernização Administrativa e Gestão de Pessoas, Aline Mello, toda a documentação está sendo recolhida pela Secretaria da Educação (SMED), para que o pagamento seja feito ainda hoje. “Como a empresa não emitiu a nota fiscal, precisamos ter um pouco mais de paciência neste momento, estamos tentando agilizar o processo.”

A Kinte tem até a meia-noite para se manifestar sobre a última representação da Procuradoria Geral do Município (PGM), Aline destacou mais uma vez que o objetivo da Prefeitura é a rescisão de contrato. “Já vimos que eles não vão pagar e seguimos sem conseguir contato com os representantes da empresa.” 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.