Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Cachoeirinha Saúde

Chegou a pentavalente, e a vacinação nos postos começa nesta terça

Depois de dois meses com estoques vazios, o município recebeu 400 doses do lote de 41 mil vacinas repassadas pelo governo federal ao Estado

Última atualização: 15.01.2020 às 09:04

Vacina protege contra cinco doenças e estava em falta Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Depois de dois meses sem a vacina pentavalente nos estoques dos postos de saúde de Cachoeirinha, finalmente o município recebeu 400 doses como parte do lote de 41 mil vacinas enviado na semana passada pelo Ministério da Saúde à Secretaria Estadual da Saúde. Na manhã desta terça (14), as aplicações acontecem nos postos de Estratégia de Saúde da Família (ESFs) e, à tarde, a vacinação será possível nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

E a promessa é de que ao encerrar este lote, não apenas Cachoeirinha, mas as demais cidades do país não tenham mais que esperar para vacinar os pequenos.

"Quando o estoque da penta terminar, os postos de saúde seguirão usando o esquema de substituição sugerido pelo Ministério, que troca temporariamente a vacina pentavalente pela vacina DTP (Tríplice Bacteriana) combinada com uma dose da vacina para Hepatite B em crianças menores de um ano de idade", explica o secretário da Saúde Dyego Matielo.

A pentavalente protege as crianças contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite. Ela é administrada três vezes: aos dois, aos quatro e aos seis meses de idade.

Levando em consideração a situação epidemiológica da coqueluche no Brasil, que até dezembro de 2019 teve mais de 1.300 casos confirmados, a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização (CGPNI) adotou um esquema temporário para proteger as crianças menores de um ano. O restabelecimento dos estoques da pentavalente é previsto somente para março de 2020.

Quem precisa ser imunizado:

Crianças menores de um ano de idade com início de esquema (aos 2 meses): aplicar DTP + HB e complementar o esquema (segunda e terceira dose) com penta;
Crianças que iniciaram o esquema com penta, fazer segunda dose com DTP + HB e complementar esquema (terceira dose) com penta;
Crianças com duas doses de penta, complementar esquema (terceira dose) com uma dose de DTP + HB;
Para todas as situações, o reforço com penta aos 15 meses é recomendado.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.