Publicidade
Acompanhe:
Esportes | Novo Hamburgo Anilado

Confiante, Noia mira retomada no Gauchão

Grupo se reapresenta nesta segunda-feira, no Estádio do Vale

Por Gustavo Henemann
Última atualização: 24.02.2020 às 10:24

Anilado se reapresenta nesta segunda-feira no Vale Foto: João Vitor Goularte/ECNH
O Novo Hamburgo abre nesta segunda-feira (24), a semana decisiva de preparação para buscar a reação no segundo turno do Gauchão. No próximo sábado (29), às 19h30, o Anilado encara o Brasil-Pel, no Bento Freitas, pela primeira rodada da Taça Francisco Novelletto Neto. E o grupo volta confiante após a vitória por 4 a 0 no jogo-treino de sábado, diante do selecionado de Sapucaia do Sul.

Nesta segunda, o elenco trabalha em dois turnos, e na terça-feira à tarde, o Noia realiza um treino coletivo contra o sub-20 anilado, no Estádio do Vale. Será o último teste para que o técnico Ben Hur Pereira faça observações na equipe. E depois das boas atuações de Igor Reis e Matheus Lagoa no último fim de semana, ele recebeu mais opções para o setor ofensivo que carece de gols no Estadual. O clube hamburguense é lanterna do Gauchão, com apenas três pontos.

O volante e capitão Itaqui avaliou o trabalho realizado nesta parada do Gauchão e afirmou estar confiante para a retomada na competição. "Seguimos ainda batendo na tecla de que precisamos criar as jogadas e alguém precisa chamar o protagonismo e a responsabilidade pelos gols. Mas estou muito confiante nessa preparação. Acho que a equipe cresceu muito nessa parada, porém ainda temos algumas coisas para ajustar na marcação", comentou.

Poder de superação

Para Itaqui, o Noia precisa focar nas dificuldades que o grupo terá frente à equipe do Brasil-Pel e outros clubes, e mostrar poder de superação. "O que está sendo muito bom nessa fase de preparação é que o trabalho do Ben Hur está dando condição de chegarmos ao ataque. Eu estou chegando na área e sei que posso ajudar nas conclusões, para não deixar esse fardo só com o pessoal da frente. Acima de todas as dificuldades precisaremos nos superar, acredito que serão seis jogos de extrema superação. E todo o sacrifício para deixar o clube na Série A vale a pena."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.