Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | Entretenimento EM CARTAZ

Lightyear, aventura do personagem de Toy Story, é estreia no cinema

Na nova animação, Buzz é um patrulheiro espacial em uma missão que o deixa preso em um planeta a 4,2 milhões de anos-luz da Terra

Por Por Redação
Publicado em: 18.06.2022 às 03:00 Última atualização: 18.06.2022 às 08:58

O Buzz Lightyear de Toy Story era convencido, atrapalhado, delirante - e fofo. Mas todo mundo sabe que Buzz era um brinquedo. Como então era o personagem do filme que inspirou o brinquedo? É essa a história de Lightyear, nova animação da Pixar que está nos cinemas.

Buzz Lightyear
Buzz Lightyear Foto: Divulgação

Trata-se do primeiro filme do estúdio a ser lançado nas salas desde Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica, em março de 2020, já que Soul, Luca e Red - Crescer É uma Fera foram diretamente para o Disney .

"Buzz nos filmes de Toy Story é um pouco mais burro, mais pateta. Mas, no nosso filme, Buzz também é muito focado. Como o Buzz de Toy Story, ele quer fazer a coisa certa, quer cumprir bem sua missão", disse o diretor Angus MacLane.

"Às vezes, esse foco único faz com que se isole dos outros. Ele não se identifica com outras pessoas que não conquistaram seu respeito. Então, ele não confia em novatos, não gosta de ter ajuda do piloto automático. Ele gosta de fazer tudo sozinho", explica o diretor.

Buzz também precisava ser mais desenvolvido, já que é coadjuvante nos longas de Toy Story.

Missão solitária

Em Lightyear, Buzz (voz de Chris Evans na versão original e Marcos Mion no Brasil) é um patrulheiro espacial em uma missão que o deixa preso em um planeta a 4,2 milhões de anos-luz da Terra.

T'Kani Prime parece um planeta bacana, mas não é bem assim. "Queríamos algo que parecesse familiar, com coisas sutis que fossem diferentes. O planeta tinha de ser hostil, mas parecer, no começo, que era legal. É um lugar onde dá para viver, mas é um pouco desagradável", explicou MacLane. Além disso, Zurg e seu exército de robôs ameaçam T'Kani.

Enquanto isso, Buzz tenta encontrar o caminho para casa. O problema é que, toda vez que ele tenta voltar para a Terra, dá saltos no tempo .

A ideia desde o princípio era que Lightyear fosse uma produção independente do legado de Toy Story. Afinal, um dos temas do filme é aproveitar o presente sem ficar preso ao passado ou ao futuro. (AE)

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.