Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Decoração Decoração

A arquitetura de olho no espaço educacional

Como decoração e propostas arquitetônicas incorporam conceitos didáticos

Por André Moraes
Publicado em: 25.08.2023 às 03:00

Um dos grandes contrastes educacionais no cenário internacional diz respeito aos espaços arquitetônicos escolares. No Brasil, infelizmente, ainda há uma luta permanente contra limitações prediais, com construções inadequadas ou em ruínas. Há esforços até heroicos para reverter este quadro.


Clássica sala de aula tem sido mais questionada | Jornal NH
Clássica sala de aula tem sido mais questionada Foto: Adobe Stock

Para quem já conseguiu superar este problema infraestrutural, há outras discussões interessantes que estão acontecendo. A concepção arquitetônica dos espaços escolares é uma delas.

Mais do que decoração ou disposição de salas e paredes, a arquitetura escolar também pode incorporar modelos didáticos alternativos. Este debate é forte, por exemplo, nos Estados Unidos.

Nos anos 1960 e 1970, os EUA chegaram a fazer testes com arquiteturas escolares abertas, que não possuíam paredes. Todas as turmas conviviam em um único espaço, com áreas separadas, mas no qual todos se enxergavam.


Concepção de espaço mais aberto em biblioteca nos EUA | Jornal NH
Concepção de espaço mais aberto em biblioteca nos EUA Foto: Adobe Stock

A discussão ainda está em aberto. Embora ainda sejam incomuns arquiteturas escolares deste tipo no dia a dia, este já é o modelo predominante, por exemplo, em bibliotecas e também nas escolinhas da educação infantil.

No Brasil, embora em escala menor, propostas de escolas particulares podem empregar conceitos semelhantes.


Projetos de escolinha geralmente têm arquitetura aberta | Jornal NH
Projetos de escolinha geralmente têm arquitetura aberta Foto: Adobe Stock

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.