Publicidade
Cotidiano Animalescas

Raça de cães de Biden é conhecida pelo companheirismo e obediência

Conhecido pelo perfil de cão de trabalho, pastor alemão também ganha espaço em lares de família

Por Caroline Staudt
Publicado em: 17.11.2020 às 10:15 Última atualização: 17.11.2020 às 10:15

O pátio grande permite que Lola gaste bastante energia Foto: Arquivo pessoal
Na última semana, os cães Champ e Major, da raça Pastor Alemão, de Joe Biden, novo presidente eleito dos Estados Unidos, chamaram a atenção do mundo inteiro. Com a vitória de Biden, a Casa Branca voltará a ter cão presidencial depois de quatro anos sem animais de estimação. O atual presidente Donald Trump foi o primeiro em mais de cem anos a ocupar o cargo e não ter um bicho de estimação.

Os cães da raça Pastor Alemão são bastante conhecidos pelo perfil companheiro, obediente e inteligente, o que torna eles rápidos na aprendizagem de novos comandos. De acordo com o adestrador, Anderson Wollmann Soares, o adestramento deve iniciar nos primeiros meses de vida do cão. “O treinamento deve ser inciado logo que o cão chega na casa, assim será mostrado os limites e ensinado os meios de comunicação, como o 'sim' e o 'não'”, diz.

Esposa de Joe Biden, Jill Biden, ao lado dos cães da família, Major e Champ Foto: Reprodução/Instagram/Jill Biden
Em Novo Hamburgo, a família do casal Israel e Sabrina Medeiros, tem a Lola, um pastor alemão de sete anos. “Decidimos ter um Pastor Alemão por ser um cão de guarda e ao mesmo tempo ser dócil e gostar de criança, já que as nossas eram pequenas quando ela chegou”, conta Sabrina. Segundo ela, Lola adora estar dentro de casa na companhia dos filhos do casal, Leonardo, de 15 anos, e Guilherme, de 12, e passear com a família. “Quando falamos ‘passear’ ela imediatamente fica entusiasmada. Ela é muito carinhosa e protetora com nós.”

A casa da família tem um pátio grande, ideal para Lola gastar bastante energia e ficar mais livre no dia a dia. “Além disso, a gente procura caminhar umas duas vezes por semana com ela, em trajetos mais longos”, diz Sabrina. A família conta que Lola é muito inteligente e aprendeu em casa alguns comandos, como 'sentar' e 'dar a pata', e a não sair do pátio quando o portão é aberto.

De acordo com Soares, o adestramento de cães de estimação trabalha o controle do pet, para que ele tenha uma boa convivência em casa e respeite os comandos dos tutores. “O adestramento é fundamental para que ele aprenda os meios de comunicação e entenda o que pode ou não fazer. Por ser um cão grande e forte, pode se tornar um perigo, caso não receba uma educação e cuidados necessários.”

Outra característica da raça é a atenção e proteção com os tutores. Se for acostumado desde cedo, o cão pode se tornar um excelente companheiro para famílias com crianças. “Eles são ótimos para famílias, tanto que é a raça mais criada no mundo”, comenta Soares. O pastor alemão não requer tantos cuidados como um cão de pequeno porte. “Uma alimentação boa, escovação no pelo e vitaminas para articulação é o suficiente, já que eles podem apresentar lesões e problemas genéticos de má formação”, salienta.

Lola adora participar dos momentos em família Foto: Arquivo pessoal

Cão de trabalho

O perfil obediente faz do pastor alemão um cão ideal para trabalhos e operações policiais, como busca por drogas ilícitas. Soares também faz o adestramento desses cães. “São corajosos, têm instinto de proteção e capacidade física, que permite a eles passar por obstáculos e delimitações do caminho. Precisamos educá-los e encorajá-los para que cada vez mais eles queiram atuar”, conta.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.