Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Entrevista com psicóloga

Medo de dirigir afeta pelo menos 2 milhões de brasileiros

Jucieli Oliveira Gomes dá dicas para superar a fobia
11/12/2018 14:18

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Psicóloga Jucieli Oliveira Gomes
Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) apontou que cerca de 2 milhões de brasileiros sofrem com o medo de dirigir. Muitos deles, conforme explica a psicóloga da Livraria Sinopsys, Jucieli Oliveira Gomes, são até mesmo habilitados.

As queixas mais comuns são a insegurança para conseguir cumprir todos os comandos necessários para dirigir e o medo de ferir alguém em um acidente de trânsito. Acompanhe na entrevista dicas para superar esta fobia.

O medo de dirigir geralmente surge por causa de alguma experiência negativa desta pessoa?
Não necessariamente, o medo de dirigir pode surgir mesmo sem nenhuma experiência traumática anterior. O medo é uma emoção de proteção, então é comum sentirmos medo sempre que vamos iniciar uma atividade nova, pois precisamos focar mais atenção para não nos colocarmos em risco, e normalmente isso vai passando com a repetição da atividade. Caso o medo não passe, provavelmente a pessoa está em um processo ansioso e é importante buscar a orientação de um profissional da área da Psicologia.

Como manter a concentração para seguir todos os comandos necessários?
O principal é lembrar que você está aprendendo, então é normal errar, não aprender tudo de uma vez, cada um tem seu tempo. Seja gentil com você, respire fundo e tente quantas vezes for necessário até conseguir estar tranquilo e seguro que poderá desempenhar aquela tarefa, isso trará mais foco na atenção.

Além do sofrimento emocional, pessoas com medo de dirigir também têm sofrimento físico?
Sim, como o medo é uma emoção de proteção ele vai preparar nosso corpo para lutar ou fugir de uma situação de risco, então, podemos ter rigidez muscular e dor muscular pela tensão, dor de estômago, insônia pelo estado de alerta, sudorese, dores de cabeça, taquicardia e outros sintomas físicos.

Por que estas pessoas perdem o medo quando dirigem com alguém do lado?
Outra pessoa, com mais experiência e que consiga orientar quem está aprendendo, auxilia bastante porque vai poder sinalizar coisas que quem está aprendendo ainda não saiba. Fora a sensação de não estar sozinho, isso ajuda muito.

Mulheres geralmente sofrem mais com este medo?
Sim, pois ainda temos a questão cultural de que os homens são melhores na direção, mas, cada vez mais podemos ver as mulheres se empoderando e desempenhando bem esta função de dirigir.

Como vencer o medo dos barulhos externos, como os sons do carro e até mesmo uma buzinada de um motorista?
Conhecer o carro, o que é um barulho normal e estranho. Isso facilita para que a gente não ligue nosso "alerta de perigo" para qualquer barulho. Se você sabe quais são os barulhos comuns do carro e que, geralmente, se algo está errado acende uma luz no painel fica mais fácil de saber que muitos barulhos são normais ou podem ser algo na estrada ou até outros veículos. E claro, manter as revisões em dia, aí será difícil ter algum barulho perigoso.

Alguma dica para vencer a dificuldade de localização ou o medo excessivo de ferir alguém?
Quanto à localização a melhor dica é não tenha medo de usar o GPS, Waze, Google Maps, ainda bem que temos estes apps pra facilitar a vida. Eu tenho carteira há quase 10 anos e uso até em locais comuns às vezes. Para as dificuldades de estacionar pelas dimensões do carro, marque os pontos no carro, no espelho, no painel, faça isso em casa e saberá fazer fora depois. Em relação ao medo de ferir alguém, na verdade é um risco que sempre existe, mas, em qualquer outra situação de nossas vidas também! Então, desde que você esteja atento será muito difícil isso acontecer, a grande maioria das pessoas nunca se envolve em um acidente de trânsito.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE