Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Criminalidade

Violência assusta motoristas de aplicativos

Duas mortes foram registradas no ano e motorista levou facadas em Novo Hamburgo
12/01/2019 10:43

Foto por: brigada militar
Descrição da foto: Viamão: Everton Pereira dos Santos foi assassinado durante uma corrida por aplicativo
A violência contra os motoristas de serviços particulares de aplicativos vem preocupando as autoridades gaúchas. Somente nos primeiros dias de 2019, dois motoristas particulares do Estado foram mortos, o que vem preocupando e gerando protestos dos trabalhadores, que chegam a 31 mil em todo Estado, para melhorias na segurança. No dia 4, a Polícia Civil encontrou no interior de Laguna-SC o corpo do jovem Paulo Junior da Costa, de 22 anos, natural de Guaíba, que havia aceito uma corrida de Porto Alegre para Santo Antônio da Patrulha. Já na manhã do dia 10, Antônio Everton Pereira dos Santos, 21 anos, foi morto com um tiro na cabeça, em Viamão. Na madrugada do mesmo dia, outro motorista, de 30 anos, foi assaltado na RS-118, em Gravataí, levou três tiros e segue internado, sem risco de morte.

Aqui na região, os prestadores desse tipo de serviço também sofrem com a violência. Além dos constantes assaltos, um motorista foi esfaqueado nas costas e nas mãos na noite da última terça-feira (08), na Lomba Grande, zona rural de Novo Hamburgo. O motorista, de 42 anos, residente no município, foi encontrado ferido na Estrada Integração Leopoldo Petry, por volta das 23h30, por profissionais da RGE Sul, que realizavam manutenção da rede elétrica. Ele foi encaminhado ao Hospital Geral, de onde já recebeu alta. O Chevrolet Cobalt, em nome da esposa, que utilizava para trabalhar, foi levado pelos criminosos. 

Na madrugada do dia anterior, no mesmo local, um motorista de 55 anos de idade foi deixado após ter o Ford Fiesta, com placas de Novo Hamburgo, roubado, sendo ameaçado por um criminoso também com uma faca. Natural de São Leopoldo, o profissional aceitou uma corrida com origem no bairro Campestre, na cidade vizinha. Ao chegar na Lomba Grande, na mesma avenida do ataque ao outro motorista, foi anunciado o assalto. Os criminosos não feriram o motorista, que registrou a ocorrência na DPPA de Novo Hamburgo.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE