Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Lenda

Roger Federer conquista em Dubai o 100º título de sua carreira

Tenista suíço é o segundo a alcançar a marca na era moderna depois de Jimmy Connors
02/03/2019 21:18

Foto por: AFP
Descrição da foto: Roger Federer segue fazendo história nas quadras
Roger Federer ganhou neste sábado (2) em Dubai o 100º título de sua carreira, ao vencer o grego Stefanos Tsitsipas, que havia derrotado a lenda suíça nas oitavas de final do último Aberto da Austrália. Federer, que ganhou com um duplo 6-4, consegue aos 37 anos seu primeiro troféu desde que venceu em Basileia em outubro de 2018, e se torna o segundo jogador da era moderna do tênis (desde 1968) a alcançar os 100 títulos, depois do americano Jimmy Connors (109).

O suíço, sétimo no ranking da ATP, não havia conseguido atingir a marca no fim de 2018, quando foi eliminado nas semifinais do Masters 1000 Paris-Bercy - por Novak Djokovic, no game decisivo do último set - e no Masters de Londres, eliminado também nas semifinais, por Alexander Zverev, que depois seria o campeão.

Para ganhar pela oitava vez em Dubai, Federer demorou poucos minutos a quebrar o saque do adversário e obter a vantagem no duelo, que lhe serviu como revanche da Austrália, quando foi eliminado depois de três horas e 45 minutos de jogo.

Tsitsipas, que na segunda-feira vai entrar no Top 10 da ATP aos 20 anos (10º), chegou em grande fase para a partida deste sábado, depois de duas semanas perfeitas durante as quais conseguiu oito vitórias consecutivas e o título em Marselha.

"É um privilégio jogar contra estes jovens. Eu mesmo ficava muito contente quando jogava contra meus heróis quando era jovem", disse Federer sobre Tsitsipas, que tinha apenas dois anos de idade quando o suíço conquistou o primeiro de sua longa lista de títulos, em 2001 em Milão.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE