Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Mais caro

Aprovado aumento na conta da luz

Aneel aprova o reajuste de 6,1% nas tarifas da RGE para a região. Novos valores entram em vigor daqui uma semana
12/06/2019 10:59 12/06/2019 10:59

Foto por: Divulgação/RGE
Descrição da foto: Aumento deve impactar sete milhões de pessoas no Estado
Daqui a uma semana, no dia 19, cada giro do relógio de luz nas casas de Gravataí e Cachoeirinha vai gerar uma conta de 6,19% a mais no final do mês. Este é o reajuste tarifário aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira (11), atendendo ao pedido da RGE Sul Distribuidora de Energia.

Este aumento atende à regra da concessão de reajustes anuais. Conforme a agência, o cálculo para determinar o aumento levou em conta principalmente a aquisição de energia para distribuição a partir de fontes mais caras, como as termelétricas, e o equilíbrio financeiro relacionado à mudança na organização da RGE, que, desde o começo deste ano, opera como uma empresa só também nos municípios antes atendidos pela AES Sul.

Com isso, a empresa distribui luz para 65% do Rio Grande do Sul, totalizando 2,87 milhões de casas em 381 municípios. A estimativa é de que o aumento na conta da luz impacte sete milhões de pessoas.

"O resultado do reajuste tarifário anual, considerando o agrupamento de duas áreas de concessão originais, levou a uma unificação tarifária que conduz a efeitos médios específicos a serem percebidos pelos consumidores", declarou em nota a Aneel.

Neste mês, a bandeira tarifária em vigor é a verde. Significa que as condições de geração de energia estão favoráveis e não há nenhum acréscimo à tarifa.

Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE