Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Polícia

Polícia tira formiga da toca com metralhadora

Membro de quadrilha de assaltantes de banco foi preso nesta quinta-feira (18)
18/04/2019 15:03 18/04/2019 15:07


Foto por: {if $midia.ds_cremd != "" and $midia.ds_midia_credi != "" } {$midia.ds_midia_credi} {elseif $midia.ds_cremd != ""} {$midia.ds_cremd} {else} {$midia.ds_midia_credi} {/if}
Descrição da foto: {$midia.ds_midia}
"A gente sabia que a operação era de risco, mas só não imaginava que iria encontrar o criminoso armado com uma submetralhadora", disse o delegado Mario Souza, ao comentar a prisão de um homem muito bem armado na manhã desta quinta-feira (18). Felizmente, deu tudo certo e nenhuma arma precisou ser disparada durante a verdadeira ação militar organizada pelos policiais ligados a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Canoas. O objetivo da investida nesta quinta era a captura de um criminoso conhecido como "Formiga", bandido classificado como sendo de alta periculosidade,, integrante de uma quadrilha de assaltantes de banco e estabelecimentos comerciais na Região Metropolitana.

Pois a polícia meteu o pé na porta de uma pequena casa na zona norte de Cachoeirinha e conseguiu garantir a prisão. De acordo com o delegado Thiago Lacerda, que coordenou a ação, foram pelo menos 45 dias de apuração até que os agentes da Especializada conseguissem localizar o paradeiro do criminoso de 33 anos em um esconderijo no Jardim Betânia. "Ele era braço de uma grande quadrilha", aponta. "Agora vamos atrás dos outros membros." Conforme Lacerda, o bandido vinculado a roubos de banco estava foragido do sistema penitenciário e tem várias passagens pela cadeia por outros crimes graves, como assassinatos, roubos a estabelecimento comerciais, tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo, receptação de veículo roubado, etc.

Na casa onde estava o assaltante, a polícia encontrou uma pistola nove milímetros de fabricação argentina e uma submetralhadora também nove milímetros. A arma de origem norte-americana é novinha, segundo a polícia, contendo até mesmo com silenciador no cano. Munições de vários calibres também estavam escondidas na residência e foram levadas pelos policiais. "Os criminosos têm se armado cada vez mais e acreditamos sim que existam outras submetralhadoras como esta circulando pela Região Metropolitana", frisa o diretor da 2ª Delegacia Regional Metropolitana. "Vamos continuar investigando até para saber de onde vem estas armas", garante Mario Souza.

Possivelmente ligado a vários crimes em Canoas e Cachoeirinha

Além de continuar trabalhando mirando levar à cadeia o restante da quadrilha do "Formiga", a polícia também vai fazer um trabalho em paralelo no qual irá tentar ligar o criminoso a vários roubos ocorridos em Canoas, Cachoeirinha e Porto Alegre nos últimos meses. Os policiais não abrem o jogo para não prejudicar a investigação, mas apontam que o homem capturado teria envolvimento com golpes que vão desde a simples furtos e arrombamentos ocorridos no meio da madrugada até ações ousadas como aquela em que criminosos limparam o depósito de uma loja no Centrão de Canoas em plena luz do dia, no final do ano passado.

Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE