Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Polícia

Polícia divulga retrato-falado do maníaco da faca

Homem responsável por esfaquear advogada é procurado desde o mês passado
10/01/2019 10:17 10/01/2019 10:18

Procurado: peritos se valeram do relato da vítima para recriaçãoO caso aconteceu no dia 17 de dezembro, aproximadamente no meio da tarde. O sujeito chegou na frente do portão da residência onde vive a advogada Ana Konrath Alves, em Morungava, na área rural de Gravataí. Ele se aproximou e anunciou: “É um assalto.” E em seguida já começou a golpeá-la. Em luta com o agressor, Ana foi gravemente ferida por pelo menos quatro facadas. Além dos cortes nos braços, acabou tendo um ferimento mais sério na cabeça. Foi socorrida e encaminhada para a emergência do Hospital Dom João Becker. Conseguiu se recuperar e hoje está bem. Só que até hoje não foi possível encontrar o responsável pelo ataque.

O caso foi assumido pela 1a Delegacia de Polícia (DP). Conforme o delegado Alencar Carraro, a apuração começou a trabalhar com a hipótese de um roubo mesmo. “O sujeito anunciou o assalto e logo já se jogou sobre a vítima com uma faca em mãos. Ele parecia estar mais interessado em matá-la do que em roubar qualquer coisa”, frisa Carraro. Assim, o caso acabou sendo passado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que agora trabalha como uma provável tentativa de assassinato. “Pode até ter sido uma tentativa frustrada de roubo, mas isso só após a captura poderá ser esclarecido”, continua. “Hoje parece uma clara tentativa de assassinato.”

Ajude a encontrar este homem

Segundo a Delegacia de Homicídios, dezenas de testemunhas foram ouvidas, mas a Polícia Civil se valeu mesmo da descrição da vítima para formar o retrato-falado do suspeito que agora está sendo divulgado. No início da investigação, informações davam conta que o sujeito acima havia inclusive atacado outras pessoas em residências de Morungava, entretanto a polícia não confirmou novas vítimas. Somente a advogada teria sido atacada por ele no período. Qualquer informação sobre o homem na imagem pode ser passada para a polícia pelo disque-denúncia 181 ou pelo WhatsApp 98608-8876.



Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE