Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Nesta terça

Estados Unidos votam em eleições de meio mandato

Trump teme por crescimento democrata no Congresso
06/11/2018 10:24 06/11/2018 10:26

Foto por: FREDERIC J. BROWN/AFP
Descrição da foto: Eleições de meio de mandato ocorrem nesta terça-feira (6) nos Estados Unidos
Os Estados Unidos votam nesta terça-feira (6) nas eleições de meio mandato em um país muito dividido, que vê na votação um referendo sobre a presidência de Donald Trump. Com os prognósticos de que a participação será alta, a expectativa é máxima com a abertura das urnas nesta terça-feira às 6 horas locais na costa leste.

O nome de Trump não aparece nas cédulas de votação, mas há semanas ele tem reiterado que essa eleição se trata de um referendo sobre a sua presidência.

Diante do risco de que um avanço dos democratas no Congresso atrapalhe seu programa de governo, Trump empreendeu neste final de campanha uma maratona por três estados, que terminou com um encontro em Cape Girardeau, no Missouri, onde ele afirmou que "a agenda republicana é o sonho americano".

"A segurança e a prosperidade estão em jogo nesta eleição", afirmou neste último ato, acompanhado de sua filha Ivanka.

Foto por: NICHOLAS KAMM/AFP
Descrição da foto: Apoiadores do presidente Donald Trump durante ato, no domingo, na McKenzie Arena, no Tennessee

A campanha foi marcada por violentos acontecimentos: o envio de pacotes com explosivos a importantes líderes opositores e o massacre em uma sinagoga em Pittsburgh, onde 11 pessoas morreram. A polarização da sociedade chegou a patamares nunca vistos e, quando o presidente foi prestar homenagem às vítimas, uma manifestação com cerca de mil pessoas foi a seu encontro.




Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE