Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Brasileirão

Arbitragem segue incomodando o Inter

Anulação de gol de Damião contra o Santos segue rendendo polêmica no Beira-Rio
23/10/2018 20:48 23/10/2018 20:49

Foto por: Ricardo Duarte/Inter
Descrição da foto: Inter de Dourado reclamou de anulação de gol de Leandro Damião
No dia seguinte ao 2 a 2 com o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, a arbitragem do jogo segue sendo assunto no Estádio Beira-Rio. A reclamação é pela anulação do gol de Leandro Damião, que teve marcação de impedimento após vários minutos de conferência entre o árbitro Ricardo Marques Ribeiro e seus auxiliares.

“A forma como ele estava bastante alterado após o jogo acho que demonstra a consciência que ele teve de talvez ter errado em um lance capital do jogo. Mas não justifica em absoluto os termos que ele utilizou na súmula”, disse o diretor executivo do Inter, Rodrigo Caetano. Ele disse que não chamou o árbitro de “safado”, conforme foi relatado na súmula por Ribeiro. “O que foi relatado em súmula me deixou muito inconformado. Os árbitros transformam a súmula em verdade absoluta e nós temos que nos defender. Em momento nenhum eu o chamei da palavra da qual ele identificou a minha abordagem, como safado. Eu não faço isso.”

Em entrevista coletiva, Patrick também falou sobre o lance. “Ele podia marcar tudo, menos impedimento. A minha opinião é essa”, afirmou o jogador, que marcou o segundo gol colorado no jogo.

VERMELHAS

Dentro de campo, após o empate com o Santos no Beira-Rio, os jogadores do Inter já se preparam para enfrentar o Vasco, às 21h30 de sexta-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro.

“Ainda tem 24 pontos e nós estamos a cinco do líder, não tem como falar que não tem chance. O nosso pensamento é sempre positivo. A intenção é conseguir a vitória na próxima rodada contra o Vasco”, afirmou o volante Patrick durante a sua entrevista coletiva.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE