Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Em busca do tetra

Vitória monumental para largar na frente na semifinal da Libertadores

Grêmio venceu o River Plate por 1 a 0 na Argentina
24/10/2018 00:15 24/10/2018 06:45

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: Michel comemora o gol da vitória do Tricolor
Uma vitória monumental. Na adversidade e sem contar com os seus dois principais jogadores – Luan e Everton –, o Grêmio arrancou com vantagem na busca por uma vaga na final da Copa Libertadores. No estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, pintado de vermelho e branco e com a torcida local empurrando o time da casa o tempo inteiro, o Tricolor bateu o River Plate, por 1 a 0, encerrou a invencibilidade dos argentinos na competição, e volta para Porto Alegre com um resultado importante, que mantem viva a chance da busca pelo tetracampeonato da Libertadores. O único gol da partida foi marcado por um jogador que sequer estava cotado para iniciar a partida, o volante Michel, escolha de Renato para suprir a ausência de última hora de Luan.

Com o resultado, o Tricolor se garante na decisão da competição com qualquer empate na Arena, na partida que está marcada para a próxima terça-feira, às 21h45. Uma derrota pelo mesmo placar leva a decisão para as penalidades.

A etapa inicial da partida surpreendeu principalmente nos primeiros 15 minutos. Diferente do que muitos esperavam, o River não exerceu pressão e fez um jogo de muito estudo. O Grêmio conseguiu dominar o meio-campo, e tentou em algumas oportunidades, principalmente com Cícero, em chute de fora da área. As bolas aéreas de ataque do Tricolor causavam um certo estrago, e mostravam que a defesa dos argentinos estava insegura. No entanto, os gremistas se seguraram até o intervalo com as investidas do River, que começaram a ficar mais frequentes.

Brilhou a estrela

Na segunda etapa os donos da casa voltaram para tentar decidir. Mas aos 16min, foram surpreendidos. Em cobrança de escanteio de Alisson, Michel subiu mais que todo mundo para testar e correr para o abraço. O jogador sequer era cotado para a partida, e brilhou a estrela de Renato Portaluppi, que bancou sua entrada. Escolha que deu certo, e garantiu ao Tricolor uma boa vantagem para a próxima partida.

Azuis

Esperança para a partida na Argentina, Luan sequer figurou no banco de reservas dos gremistas em Buenos Aires. O jogador acabou sentindo o adutor da coxa no treinamento realizado na segunda-feira, no CT do Boca Juniors. Ele, assim como Everton, deverão reforçar o Tricolor no jogo de volta. Kannemann é desfalque por conta do terceiro cartão amarelo.

Na saída de campo, o volante Michel comemorou a vitória e o gol decisivo do Tricolor, além de destacar a dedicação do grupo de jogadores. “Chega a ser emocionante. Foram cinco meses de muita luta, trabalho e fisioterapia. Ser coroado com esse gol hoje é sensacional. Não podemos deixar de lado a luta da equipe.”

RIVER PLATE: Armani; Gonzalo Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio (Enzo Pérez), Quintero, Exequiel Palacios (Ignacio Fernández) e Pity Martínez; Borré e Scocco (Lucas Pratto) Técnico: Marcelo Gallardo.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Maicon, Cícero, Ramiro (Thaciano) e Alisson; Jael (Thonny Anderson) Técnico: Renato Gaúcho.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE