Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Polêmica

Trabalhadores da Fiat na Itália anunciam greve contra contratação de CR7

Juventus pertence à mesma família que é dona da montadora de automóveis
12/07/2018 08:58 12/07/2018 08:59

Karim Sahib/AFP
Após quase uma década, Cristiano Ronaldo deixa o Real Madri
Trabalhadores da fábrica da Fiat, na Itália, anunciaram nesta quarta-feira (11) que entrarão em greve no próximo domingo em protesto contra a contratação milionária de Cristiano Ronaldo pelo Juventus. O clube pertence à mesma família que é dona da montadora de automóveis. O sindicato alega que não é aceitável que trabalhadores façam sacrifícios econômicos, enquanto a companhia gasta milhões de euros com um jogador.

"Dizem que os tempos estão difíceis, que precisamos recorrer a redes de segurança social, à espera do lançamento de novos modelos, que nunca chegam. E enquanto os trabalhadores e suas famílias apertam os cintos cada vez mais, a empresa decide investir muito dinheiro em um único recurso humano! Isso é justo? É normal que uma pessoa ganhe milhões, enquanto milhares de famílias não conseguem nem chegar ao meio do mês?", diz o comunicado divulgado pela Unione Sindacale di Base.

A paralisação de 48 horas está marcada para começar às 22 horas do próximo domingo e terminar às 18 horas da próxima terça-feira.

A confirmação da contratação do português veio nesta terça-feira. A transação supera os 100 milhões de euros.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE