Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Motores
Lançamento

Toyota Yaris em dose dupla

Com preços entre R$ 59,99 mil e R$ 79,99 mil, novo nacional chega nas carrocerias sedã e hatch para preencher a lacuna entre o andar de cima (Corolla) e o de baixo (Etios)
13/06/2018 14:13 13/06/2018 14:13



São Paulo - Novo carro da Toyota para o mercado brasileiro, o Yaris começa a ser vendido em cinco pacotes de equipamentos e preço inicial de R$ 59,99 mil na carroceria hatch e R$ 63,99 mil na sedã. A produção do hatch começou em 15 de junho, enquanto a do sedã está prevista para iniciar em 2 de julho. As encomendas, porém, já podem ser feitas desde 7 de junho, data em que foi apresentado à imprensa especializada em São Paulo.


Trata-se de uma nova opção para preencher a lacuna hoje existente entre o Etios (preços entre R$ 42,27 mil e R$ 71,15 mil) e o Corolla (R$ 89,99 mil a R$ 118,85 mil). Essa novidade vai ajudar nos planos ambiciosos para este ano: ultrapassar a barreira dos 200 mil veículos, um recorde histórico para a filial brasileira, representando 5% de crescimento em relação a 2017.



Engenheiro-chefe do Yaris – que veio do Japão especialmente para o lançamento brasileiro –, Takamoto Suzuki revela que, entre os destaques do modelo estão o teto solar elétrico, a rigidez da carroceria e o silêncio a bordo. Os motores Dual VVT-i 1.3 e 1.5 são combinados às opções de câmbio manual de 6 marchas e CVT. No sedã, está disponível apenas o 1.5. Os propulsores são os mesmos do Etios, mas com mudanças que aumentam a potência em 3 cv: com álcool, o 1.3 gera 101 cv e, o 1.5, 110 cv. No trânsito paulistano, os modelos mostraram boa desenvoltura, especialmente o 1.5, e uma suspensão macia – como era de se esperar de um Toyota –, absorvendo bem os buracos e desníveis.

O CEO da Toyota para a América Latina e Caribe, Steve St. Angelo, adianta que o Yaris produzido em Sorocaba tem diversas melhorias em relação aos fabricados em outras partes do mundo, a exemplo da altura 1,3 cm maior para as ruas brasileiras. O modelo foi lançado em 1999 e está em sua terceira geração.

Todas as versões trazem controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, volante com comandos e rodas em liga-leve aro 15”. O novo sistema multimídia Toyota Play+ estreia no Brasil neste modelo como item de série a partir da segunda configuração de equipamentos disponível.

Viagem a convite da Toyota

OS PREÇOS

Hatch

XL 1.3 16V manual: R$ 59,59 mil
XL 1.3 16V CVT: R$ 65,59 mil
XL Plus Tech 1.5 16V CVT: R$ 69,59 mil
XS 1.5 16V CVT: R$ 74,59 mil
XLS 1.5 16V CVT: R$ 77,59 mil

Sedã

XL 1.5 16V manual: R$ 63,99 mil
XL 1.5 16V CVT: R$ 68,69 mil
XL Plus Tech 1.5 16V CVT: R$ 73,99 mil
XS 1.5 16V CVT: R$ 76,99 mil
XLS 1.5 16V CVT: R$ 79,99 mil

Fonte: Toyota


Design 

O conceito de design global da marca, o Keen Look – expressão inspirada no olhar focado de um atleta de alto rendimento antes de uma competição – comanda o visual do hatch e do sedã. O para-choque pronunciado tem vincos marcantes e abriga os faróis de neblina em formato arredondado, item de série desde a versão inicial. Os faróis têm perfil afilado e, nas duas carrocerias, as lanternas invadem o porta-malas – na XLS, são em LED. No hatch, coluna C é pintada em preto e aerofólio melhora a fluidez aerodinâmica.

Rodas aro 15’’

Calçadas com pneus 185/60, rodas em liga-leve aro 15” passam, visualmente, a impressão de serem pequenas para o modelo. Bem que poderiam ser 16’’ ou 17’’.

Bom espaço interno

Os bancos são em tecido na XL e XL Plus Tech e em couro na XS e XLS. Além disso, há apoio de braços com porta-copos central a partir da XL Plus Tech. Outra característica do novo Yaris é o assoalho traseiro plano.


Hatch tem 4,14 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,49 m de altura e 2,55 m de distância entre-eixos. No sedã, comprimento é de 4,42 m. Para efeitos de comparação, essa medida no Corolla é de 4,62 m e, no Etios sedã, de 4,37 m.


Motores 1.3 e 1.5


Os propulsores 1.3 e 1.5, ambos 16V Flexfuel, trazem a tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i da Toyota, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, e sistema ETCSi de abertura da borboleta do acelerador, que corrige acelerações desnecessárias:

1.3: rende 101 cv a 5.600 rpm com etanol e 94 cv a 5.600 giros com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,9 kgfm (etanol) e 12,5 kgfm (gasolina), sempre a 4.000 rpm. Em comparação com o Etios, o ganho foi de 3 cv e 0,2 kgfm de torque com etanol e de 6 cv com gasolina.



1.5: desenvolve 110 cv de potência a 5.600 rpm com etanol e 105 cv a 5.600 giros com gasolina. O torque máximo nesta configuração, a 4.000 giros, é de 14,9 kgfm (etanol) e de 14,3 kgfm (gasolina). Para essa motorização, o ganho de potência também foi de 3 cv e 0,5 kgfm de torque com etanol e de 3 cv com gasolina em comparação com o Etios.

Câmbio CVT Multidrive


São duas opções de transmissões: a manual de seis velocidades e a Multidrive CVT, da mesma família usada no Corolla, contando também com o software de gerenciamento que simula sete marchas. As mudanças podem ser feitas manualmente por meio da alavanca de câmbio (na XL e XL Plus Tech) ou borboletas localizadas atrás do volante (XS e XLS).

Porta-malas

A capacidade do porta-malas no hatch é de 310 l e, no sedã, de 473 l. Já o tanque de combustível comporta 45 l. Peso do hatch XL manual é de 1.110 kg, exatamente o mesmo do sedã XL manual. De série para todas as versões há controles de tração (TRC) e estabilidade (VSC), assistente de subida em rampa (HAC), freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e assistente de frenagem (BAS), cinto de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes, air bag duplo, isofix e top tether para cadeiras infantis, função Siga-me, retrovisor interno eletrocrômico e alarme volumétrico com monitoramento dos vidros e janelas. A XS agrega câmera de ré, enquanto a XLS ainda conta com sensor de chuva e dois air bags laterais, dois de cortina e um de joelho, contabilizando sete bolsas.

Teto solar


O teto solar elétrico – que na linha Corolla não existe nem como opcional – é de série na XLS, garantindo maior requinte e iluminação. Para as versões XL e XL Plus Tech, o painel de instrumentos conta com display LCD de 2,7”. São três mostradores circulares que reúnem as informações de bordo, além de um interessante ranking de eficiência de combustível.


Versões e equipamentos 


São cinco versões. Para o hatch, estão disponíveis a XL manual e XL CVT, XL Plus Tech CVT (todas com motorização 1.3), XS e XLS, essas com câmbio CVT e motor 1.5. A carroceria sedã tem as mesmas configurações, mas somente com motor 1.5.

XL
Desde a versão de entrada, com câmbio manual, a linha traz de série computador de bordo, comandos no volante, descansa-braços dianteiro, controles de estabilidade (VSC) e tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC). Também vem com direção eletroassistida progressiva (EPS), ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque, travas elétricas, faróis com regulagem elétrica, faróis de neblina, retrovisor interno eletrocrômico e banco traseiro rebatido 40/60 (sedã).

XL
Com câmbio CVT, adiciona os seguintes itens: controle de velocidade de cruzeiro e função Eco Driving do computador de bordo.

XL Plus Tech
Agrega descansa-braços traseiro, detalhes internos na cor prata, ar-condicionado automático e digital, chave inteligente presencial, Smart Entry e partida sem chave tipo Start Button, banco traseiro rebatido 40/60 no hatch e central multimídia com tela de 7” sensível ao toque com funções de rádio AM/FM, MP3, entrada USB, conexão auxiliar bluetooth, Toyota Play+, sistema que permite espelhamento de aplicativos por meio das tecnologias SDL e Harman e navegador Tom Tom para IOS e Android e Waze para sistema IOS.



XS
Agrega todos os equipamentos da XL Plus Tech, além de volante, manopla do câmbio e revestimento das portas em couro, grade com detalhes cromados, roda em liga-leve aro 15” Dual Tone (preto e prata), bancos em couro, retrovisor externo com rebatimento elétrico, câmera de ré, tapetes em carpete e computador de bordo com tela de 4,2” com tecnologia TFT.

XLS
A versão topo de linha acrescenta teto solar, sensor de chuva, maçanetas cromadas, faróis projetores com lâmpadas halógenas e lanternas em LED, contando com um total de sete air bags.


Diário de Cachoeirinha

Motores

por Adair Santos
abcmotores@gruposinos.com.br

Gasolina na veia - O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet sempre alardeava que nas suas veias não corria hemoglobina, e sim gasolina. Uma anomalia genética que atinge milhões de pessoas no mundo e, pelo jeito, não tem cura. Jornalista há 15 anos, Adair Santos é um desses anormais que literalmente respiram tudo que diz respeito a veículos. Editor do caderno Motores, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, é apaixonado por carros, motos e aviões - ou seja, tudo o que tem motor, exceto a maquininha de obturação do dentista. Motores invade a rede - Os carros recém-lançados, aqueles protótipos bizarros que talvez nunca cheguem às ruas, dicas úteis sobre veículos e testes exclusivos. Além da versão impressa, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, agora as notícias sobre veículos contam com este importantíssimo espaço virtual para serem divulgadas. Não deixe de participar mandando sugestões e, quem sabe, até um flagrante fotográfico de um veículo que ainda está em fase de testes e futuramente vai ser fabricado no Brasil. Eu e minha máquina - Se você tem orgulho da sua máquina, seja ela um carro antigo ou novo, motocicleta, um triciclo ou até bicicleta, envie sua foto. Junto, informe seu nome completo e idade, cidade onde reside, telefone para contato, marca, modelo, ano de fabricação do veículo e desde quando tem ele na garagem. Mas atenção: não vale mandar só a foto do carro ou moto, você também tem que aparecer na imagem. Então, mãos à obra: passe uma cera na lataria, um gel no cabelo e faça o registro fotográfico.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE