Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
IR

Apenas 40% dos contribuintes já declararam o IR

Prazo encerra dia 30 e são esperadas 44,4 mil declarações em Gravataí
13/04/2018 11:57 13/04/2018 19:13



Marcelo Camargo/Marcelo Camargo/Agência Brasil
Contribuintes podem baixar o programa do IR no site da Receita
Faltando menos de três semanas do encerramento do prazo para a declaração do Imposto de Renda, aproximadamente 40% dos contribuintes fez a declaração em Gravataí. De 44.407 mil esperadas, apenas 17.053 mil foram transmitidas para a Receita Federal desde o início de março. Em Cachoeirinha, das 26.958 declarações estimadas para a cidade, 9,549 foram entregues, conforme dados da Delegacia d Receita Federal de Porto Alegre, responsável pela região. No Brasil, 8,1 milhões de brasileiros já declararam, enquanto o esperado chega a 28,8 milhões de contribuintes, de acordo com a Receita Federal.

Para quem ainda não declarou e tem dúvidas, a Universidade La Salle promove nesta sexta-feira uma ação que pretende auxiliar o contribuinte no preenchimento do documento. Promovida pelo curso de Ciências Contábeis, a iniciativa acontece no próximo sábado, das 14 às 18 horas, na Loja La Salle, do Parkshopping Canoas. O mesmo evento terá outra edição no mesmo horário e local, no dia 28 deste mês.

O professor da disciplina de Tributos Diretos e Indiretos da universidade destaca entre as principais dúvidas registradas, a obrigatoriedade ou não da declaração. “As pessoas com rendimentos acima de R$ 28.559,70 em 2017 precisam declarar. Se tiver dois empregos, deve considerar o somatório dos valores”, explica Sérgio Weber e acrescenta que outros rendimentos não tributáveis superiores a R$ 40 mil também devem ser declarados.

Dúvidas frequentes

Outra dúvida frequente, de acordo com Weber, esta relacionada as despesas médicas. “Consultas médicas em hospitais, clínicas ou médico pessoa física, são dedutíveis. Já medicamentos só podem ser lançados se estiverem na conta do hospital ou clínica”, esclarece.

Na declaração de imóveis, quando pertencente a um casal por exemplo, o professor explica que é possível que cada um registre 50% ou apenas um dos cônjuges declare. “Uma novidade este ano é que são solicitadas, de maneira facultativa, informações sobre data de aquisição do bem, metragem e matrícula. No ano que vem deve ser obrigatória”, informa Weber e ainda ressalta que o valor considerado na declaração de imóveis deve ser sempre o de compra do bem e não o considerado pelo Município, independente da valorização da propriedade.

Descontos acima de 65 anos

Acima dos 65 anos, a declaração de R$ 1903,98 é considerada isenta, sendo necessário lançar o valor excedente como rendimentos tributáveis, segundo o professor. Nas despesas de educação, Weber ressalta que o limite dedutível em educação é de R$ 356,50, considerando despesas escolares, de educação infantil até doutorado. “Uniforme, material ou transporte escolar, assim como cursos de idiomas não são dedutíveis”, frisa. Em casos de erros, como divergências de valores, o contribuinte deve retificar antes da notificação. Após notificação, tem que apresentar documentação e fazer retificação.”

Prazo encerra dia 30

Até 30 de abril as pessoas físicas que tiveram rendimentos acima de R$ 28.559,70 em 2017, entre outros casos, precisam realizar a declaração do Imposto de Renda. Quem não entregar até a data será multado em valor mínimo de R$ 165,74 ou máximo de 20% do imposto devido. O Fisco lembra ainda que devem ser informados os números de CPF de dependentes a partir dos 8 anos de idade feitos até 31 de dezembro de 2017. Para ler mais recomendações, confira a página da Receita.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE