Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Homenagem

Alunos da Luiz de Camões fizeram ato em homenagem à menina Marta

De branco, eles estouraram balões e divulgaram um texto sobre o caso
08/03/2018 17:19 08/03/2018 17:29


Fernando Lopes/GES-Especial
Alunos se reuniram no pátio para homenagear colega
Os alunos da Escola Estadual Luiz de Camões se reuniram no pátio, tanto no turno da manhã como da tarde desta quinta-feira, 8, para homenagear a jovem Marta Avelhaneda Gonçalves, morta há um ano na sala de aula. A imprensa não foi autorizada a acompanhar a atividade.

Do portão, foi possível ver os alunos em um círculo, a maioria vestindo camisetas brancas e com balões da mesma cor nas mãos. O ato foi intercalado de falas e música. Além da direção da escola, também estavam presentes representantes da 28ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

O único discurso que foi possível ouvir foi da coordenadora da CRE, Marta Ávila. Ela disse ao grupo que tudo que foi vivido em 2017 serve para que as pessoas se fortaleçam e cresçam. “Que esse novo ano seja de boas lembranças”, acrescentou.

A direção da escola distribuiu um texto onde comenta o fato. De acordo com a publicação, a instituição realizou, ao longo de 2017, projetos com estudantes de psicologia, trabalhando diversos temas. “Salientamos que é um momento difícil para nós que trabalhamos na escola, bem como para a comunidade escolar. Somos solidários ao sentimento de perda da família da aluna Marta e reforçamos nosso repúdio a qualquer tipo de violência”, termina o texto.

No final do ato, os alunos estouraram os balões brancos e deram um abraço coletivo. Marta foi morta no seu segundo dia de aula na instituição. A acusada pela morte é uma adolescente de 12 anos, colega de sala da menina.

No dia 31 de março do ano passado, o Ministério Público pediu a internação provisória desta jovem por 45 dias. A Justiça acatou mas ela nunca chegou a ser recolhida por não ter sido encontrada.

Homenagem da família

No próximo domingo, dia 11, a família de Marta fará uma manifestação. Ela inicia as 16 horas no Parcão de Cachoeirinha.




Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE