Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Educação

Para ter a cuca fresca para estudar

Escola Estadual Presidente Kennedy se mobilizou e conquintou 20 aparelhos de ar-condicionado
07/03/2018 10:35 07/03/2018 10:35


Fernando Lopes/GES-Especial
Diretora Daniela Machado mostra ar-condicionado em sala de aula
Quem não quer estar em um ambiente adequado para poder se concentrar melhor no trabalho e estudo? Pensando nisso que a direção da Escola Estadual Presidente Kennedy, conhecida como Polivalente, tinha como uma de suas bandeiras de campanha eleitoral a climatização da instituição de ensino. Foram cerca de dois anos de luta, com economia de recursos e a realização de uma rifa, para que os 20 aparelhos de ar-condicionado se tornassem realidade.

Segundo a diretora Daniela Machado, esta era uma das suas propostas quando se candidatou para o cargo. "Como o Estado não possui verba para climatizar as escolas, resolvemos fazer por nós mesmos a ação."

Ela conta que todos os cerca de mil alunos, ainda em 2016, se comprometeram em vender um bloco de rifa, que tinha como intenção a compra dos equipamentos. "Porém, o valor arrecadado foi menor do que esperávamos. Assim, tivemos que optar por pagar cerca de 20% do valor dos aparelhos e toda a instalação dos ares-condicionados."

Economia
Os outros 80% do valor dos aparelhos foi conquistado por conta de economia feita pela escola. "Nós poupávamos tudo o que podíamos e guardávamos parte da verba repassada pelo Estado para este fim. Só conseguimos o total da verba no final do ano passado."

Os equipamentos forma instalados ainda em dezembro. Como as aulas do ano letivo de 2017 ocorreram até o último dia 9 de fevereiro, os alunos já puderam aproveitar do "fresquinho" em todas as salas de aula, no refeitório e em salas da direção, nos três turnos. As aulas deste ano, iniciam no próximo dia 14. "A climatização era algo muito importante para os alunos, principalmente para aqueles que estudam nas nossas salas de madeira, onde o calor é muito forte. Para poder aprender, precisamos ter condições boas no ambiente, como a climatização", comenta a diretora.

Reforma na rede elétrica
A diretora Daniela ainda revela que através de uma verba orinuda do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), a Secretaria Estadual de Educação realizou a construção da subestação de energia elétrica na escola. Além disso, toda a fiação da escola foi trocada e foi feita a iluminação do ginásio. "Foi com essa melhoria na rede elétrica que pudemos instalar os aparelhos de ar-condicionado. Caso contrário, de nada serviria nossa mobilização."

Como próximos projetos de melhorias estruturais para o Polivalente, ela revela que estão a reforma do telhado e o cercamento da área. "Temos diversos problemas de goteiras e a cerca feita desde a fundação da escola, há 60 anos, está deficiente." Porém, para estas obras a instituição de ensino depende do Governo do Estado. "Não temos pernas para abraçar uma obra desta magnitude."


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE