Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Gauchão

Ordem no Inter é corrigir os erros para encarar o Brasil-Pel

Após fraco desempenho pela Copa do Brasil, time colorado se prepara para voltar a campo no Estadual
01/02/2018 18:15 01/02/2018 18:16

Ricardo Duarte/Inter
Inter não teve boa atuação contra o Boavista na quarta-feira
Após a classificação apertada à segunda fase da Copa do Brasil, o Inter volta a pensar no Gauchão. No domingo, às 17 horas, o time colorado encara o Brasil-Pel, no Estádio Bento Freitas, pela quinta rodada do Estadual. O time de Odair Hellmann é o terceiro colocado, com 9 pontos, um a menos que o rival deste domingo, e três atrás do líder Caxias. Mas a busca por um resultado positivo em Pelotas passa pela avaliação do desempenho da noite de quarta-feira, quando a equipe decepcionou ao ficar no empate por 1 a 1 contra o time reserva do Boavista.

Após o jogo contra os cariocas, o treinador colorado deixou claro que ainda precisa corrigir alguns erros que o Inter vem cometendo. “É um início. A caminhada não vai ser só de flores, vai ter espinhos também. A equipe esteve bem postada por grande parte do tempo e no finzinho tomou o gol. Mas sempre tem o que corrigir e vamos corrigir”, afirmou. “A escolha pelo time (contra o Boavista) foi repetir o de Caxias, com a diferença do Dudu, que já iria iniciar no primeiro jogo do ano. Pensando no desempenho em Caxias, que foi equilibrado, a gente optou por repetir a escalação e a ideia de jogo. E o Camilo vem de recuperação. Ficou muitos dias fora do trabalho. A ideia então foi repetir o time em Caxias, elogiado por todos. Quisemos dar sequência na análise, na observação”, apontou.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE