Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Cuidados

Médico tira dúvidas sobre a vacina da febre amarela

Claiton Brenol alerta para as contraindicações do medicamento
22/01/2018 14:47 22/01/2018 14:47

O médico reumatologista do Hospital Mãe de Deus, Claiton Brenol, alerta que a vacina contra a febre amarela tem algumas contraindicações, principalmente para pessoas com imunossupressão. O especialista reforça, porém, que esses casos são exceção e que a vacinação é importante como medida de prevenção à febre amarela.

Pacientes com doenças reumáticas e que usam medicamentos imunossupressores ou imunomoduladores devem ter cuidados especiais como suspender a medicação por um período de quatro semanas antes da vacinação, com orientação médica. É o caso, por exemplo, de pacientes em uso de medicamentos sintéticos ou biológicos. Após quatro semanas da vacinação, as medicações podem ser retomadas.

A febre amarela é transmitida por uma espécie de mosquito comum em áreas da África e da América do Sul. A vacinação é recomendada antes da viagem para determinadas áreas. Os casos leves causam febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos. Os casos graves podem causar doenças cardíacas, hepáticas e renais fatais.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE