Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Estelionato

Três novos golpes assustam moradores da região

Polícia tem registrado novos métodos do crime e pede atenção da população
12/01/2018 08:00 12/01/2018 08:09

No mesmo em que a Polícia Civil prendeu dois suspeitos de aplicarem o golpe do falso aluguel de uma casa em Ivoti, um deles comandando a ação criminosa de dentro do presídio, três moradores da região procuraram a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Novo Hamburgo para registrar casos em que foram enganados por criminosos. Nas ocorrências, as vítimas são de Novo Hamburgo e São Leopoldo. Uma delas, porém desconfiou do ato e não repassou o dinheiro pedido.

Na primeira delas, ocorrida no fim do mês de dezembro, mas registrada na última quarta-feira (10), uma moradora do bairro Santo Afonso conta que, por meio de um site, fez contato com um homem para alugar sua casa de praia em Florianópolis. Ela conta que fechou o negócio, mas que após o depósito de R$ 480 em uma conta bancária, relativa à entrada, ele passou a não mais lhe responder as mensagens no WhatsApp e não atender ligações. A vítima ainda descobriu que o negociador é um carioca de 24 anos, que já retirou o anúncio do site.

No segundo caso, o morador do Centro de São Leopoldo informou à Polícia hamburguense que recebeu uma ligação no início da noite da última terça-feira de um homem que se dizia seu primo e que havia sofrido um acidente no caminho para o Vale do Sinos. Para consertar a camionete, ele pediu R$ 1480, através de uma transferência pelo banco. A vítima então se negou a fazer o depósito e se prontificou a ir até à mecânica para realizar o pagamento pessoalmente, quando o homem do outro lado da ligação desconversou e não mais ligou para ele.

No terceiro caso, uma mulher de 76 anos foi abordada por dois homens na Avenida Pedro Adams Filho quando retornava para casa e caiu no golpe do bilhete. Com a promessa de receber parte do prêmio do suposto cupom premiado, a moradora do Centro entregou à dupla R$ 10 mil em dinheiro, que sacou em dois bancos de Novo Hamburgo. Logo depois de repassar o dinheiro, a dupla fugiu com a quantia.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE