Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Em contato com a população

Prefeitura vai até Nova Cachoeirinha

Primeira edição do ano do "Prefeitura com a Gente" foi no bairro da zona norte
08/01/2018 10:37 08/01/2018 10:37


Diléa Fronza/GES-Especial
Primeira ação do ano foi no bairro Nova Cachoeirinha
A Prefeitura realizou a primeira edição de 2018 do ‘Prefeitura com a Gente’. Desta vez, a ação que leva as secretarias até os bairros foi no Nova Cachoeirinha e contou com a participação de uma grande quantidade de pessoas. Na abertura do evento, Valdir Matos que nesta semana assumiu a Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Habitação se disse honrado de estar participando do seu primeiro evento como secretário. “O ano que passou foi complicado, mas este deve ser melhor”, garantiu.

A vereadora Jussara Caçapava, que é da região, salientou a importância da prefeitura ir até os bairros. “Este é um momento de quem vive aqui fazer a sua reivindicação. Nós, os vereadores, levamos o que a comunidade precisa até o prefeito, mas é importante que a população aproveite esta oportunidade”. O secretário de Governança e Gestão Juliano Paz lembrou que 2017 foi um ano de muitas dificuldades. “Neste ano queremos entregar resultados melhores”, afirmou.

A grande dúvida foi o IPTU


Diléa Fronza/GES-Especial
Estande da Secretaria da Fazenda foi um dos mais procurados
Todas as secretarias montaram seu espaço para tirar as dúvidas dos moradores do Nova Cachoeirinha. Uma das pastas mais procuradas foi a da Fazenda. Em época de pagamento do IPTU, muitos moradores aproveitaram a oportunidade para tirar dúvidas com relação ao pagamento do imposto, caso da aposentada Célia Oliveira. Com o carnê na mão, ela buscava explicações com relação aos descontos. “Para mim não está fechando. Vim perguntar o que está errado”, disse.

O secretário Josué Francisco explica que algumas pessoas estão fazendo confusão e que a dúvida do desconto é frequente. “Esse abatimento só é dado em cima do valor do imposto e não do total a pagar. Taxas como a de recolhimento de lixo não têm desconto, por isso quem soma todos os valores e aplica os 15% para o pagamento até o dia 10 não chega ao valor que aparece no boleto”, explicou. Josué acrescentou que neste ano o IPTU teve um aumento de 1,44%. O pagamento com 15% de desconto vai até o próximo dia 10. Quem pagar até o dia 8 de fevereiro terá 10% de abatimento e até o dia 7 de março será 7%. A partir de abril começa o pagamento parcelado, em seis prestações fixas. “A secretaria também está aberta para as negociações de dívidas em atraso. De julho a dezembro do ano passado, com o Recred, muitos desses débitos foram negociados com a oferta de muitos descontos. Neste momento a negociação segue, mas os abatimentos são menores. Basta a comunidade nos procurar que podemos falar à respeito”, acrescenta o secretário.

Ações não tiram férias

O prefeito Miki Breier disse que muitos acreditavam que ações como o Prefeitura com a Gente e o Gabinete da Gente, que atende a população todas as quartas-feiras no gabinete do chefe do Executivo iriam durar dois meses. “Estamos firmes porque acreditamos que o governo precisa se relacionar com a comunidade. Não adianta fazer as reuniões de secretariado se não ouvirmos o que a população quer.”

Miki lembrou das dificuldades passadas em 2017 e disse quem 2018 também será de pouco dinheiro. O prefeito chamou a atenção da comunidade para um grande problema enfrentado no município, o depósito de lixo em locais irregulares. “Isso é uma questão de conscientização. A cidade é a casa da gente e na nossa residência não deixamos lixo no meio da sala. Isso que tem que ser pensado, nas atitudes que tomamos para, desta forma, criarmos consciência. A mudança vem com a ajuda de todos”, finalizou.



Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE