Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Crime macabro

Polícia deve revelar hoje nome de envolvidos em ritual satânico contra crianças

Argentino e dois brasileiros seguem foragidos
08/01/2018 07:19 08/01/2018 07:22

GES/PAULO PIRES
Templo onde crianças teriam sido sacrificadas fica na zona rural de Gravataí
Doze dias depois de deflagrar a Operação Revelação, a Polícia Civil deve contar detalhes da investigação que desvendou um ritual de barbárie no caso das duas crianças encontradas esquartejadas no bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo, em setembro. Em entrevista coletiva marcada para a manhã desta segunda-feira (8), é possível que sejam divulgados os nomes do líder do templo satânico, do hamburguense que encomendou o ritual e de um parente, todos presos no último dia 27, além dos três procurados, entre eles o argentino que teria comprado as vítimas no país natal para o sacrifício.

Apesar de considerar o caso esclarecido sob o ponto da motivação e principais envolvidos, o delegado Moacir Fermino Bernardo, que responde pela Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo, diz que ainda há muito trabalho pela frente. O principal deles é encontrar as cabeças das crianças e descobrir quem são elas. Os irmãos – um menino de 8 a 10 anos e uma garota entre 10 e 12 anos – teriam sido trocados por droga ou carro roubado na província de Corrientes.

Há ainda perícias, análise do material apreendido com os presos, como celulares, computadores e documentos, e mais testemunhas a serem ouvidas. Existe também a possibilidade de surgirem mais suspeitos. Os três capturados, que negam o crime, e os três procurados estão com prisão temporária de 30 dias decretada, que pode ser convertida em preventiva.

O site e o Facebook do líder satânico estão sendo analisados. Nas páginas, haveria sinais do sacrifício, como uma postagem de 29 de agosto, em que o bruxo fala em “vitória”. Era justamente dia de lua crescente, quando o ritual a Moloch costuma ser feito.

Adriana Lima/GES-Especial
Partes dos corpos foram encontradas em estrada de Lomba Grande nos dias 4 e 18 de setembro

O QUE A POLÍCIA TEM

:: Indícios e relatos de que as crianças esquartejadas foram brutalmente assassinadas em ritual satânico

:: Um hamburguense encomendou o sacrifício, para atrair prosperidade, ao líder de um templo satânico de Gravataí

:: O bruxo ou mestre, como é conhecido o satanista, teria cobrado R$ 25 mil e pedido duas crianças, que deveriam ser irmãos

:: As crianças teriam sido compradas com droga ou carro roubado na Argentina

O QUE FALTA

:: Encontrar as cabeças

:: Identificar as vítimas

:: Prender os foragidos, principalmente o argentino que teria comprado os irmãos no país natal

:: Descobrir outros possíveis envolvidos, que teriam dado suporte ou participado diretamente do ritual



Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE