Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Situação

Retorno, indefinição e pouca grana no Inter

Meia Andrigo deve permanecer no Colorado na temporada 2018
25/12/2017 21:08 25/12/2017 21:09

Ricardo Duarte/Inter
Andrigo deve voltar a vestir a camisa colorada em 2018
Cotado para ser emprestado por mais uma temporada, após um ano considerado positivo no Atlético-GO, Andrigo deve permanecer no Internacional em 2018. O meia, de 22 anos, poderia ser envolvido em troca por empréstimo com o Figueirense, já que o Inter pretende trazer o lateral direito Dudu, 20 anos, do clube catarinense. Porém, Andrigo será mantido no elenco colorado e o clube gaúcho deverá fazer uma oferta pra adquirir Dudu em definitivo. Em 2017, Andrigo jogou 36 jogos pelo Atlético-GO e marcou 4 gols, um deles contra o Grêmio, na Arena. Seu contrato com o Inter vai até o fim do próximo ano. Na semana passada, dois jogadores colorados foram liberados, por empréstimo, ao Figueirense: Gustavo Ferrareis e Eduardo.

Quem tem situação indefinida é Anderson. O clube prepara uma oferta de rescisão amigável. Pelo atual contrato, que ainda tem mais de um ano de duração, o atleta teria R$ 6 milhões para receber. A ideia do Inter é oferecer um valor inferior a esse e parcelado, dando oportunidade para ele ir a outro clube. Caso não aceite, será isolado e terá de treinar no Centro de Treinamentos em Alvorada, longe do grupo principal. Ele ganha cerca de R$ 500 mil por mês.

Nesta quarta-feira, às 19h30, o Conselho Deliberativo do clube se reunirá para aprovar suplementação orçamentária de R$ 26 milhões, solicitada pelo presidente Marcelo Medeiros. Os motivos seriam prejuízos pela disputa da Série B, falta de vendas de jogadores, desvalorização do elenco e menor venda de produtos em 2017.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE