Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Sem sono

Moradores do Parque Brasília querem saber de onde vem o barulho que não os deixa dormir

Eles dizem que o som é de prensa e ainda não descobriram qual é a empresa que produz

Por Diléa Fronza
Publicado em: 26.06.2017 às 08:44 Última atualização: 26.06.2017 às 08:45

Marla Cardoso/GES-Especial
Na rua Esperança, os moradores se queixam do barulho que não sabem de onde vem
Toda noite, Camila Dorneles, moradora da rua Esperança, no bairro arque Brasília, passa pelo mesmo sofrimento. “Um barulho de batida infernal começa no meio da noite e segue ao longo da madrugada. Não sabemos de onde vem. A única certeza é que está na região do Distrito Industrial. Eu tenho a impressão que fique a mais ou menos um quilômetro da minha janela. Mas ainda não sei o que é”, conta.

Intrigada com o barulho, ela resolveu investigar. Começou pedindo para os vizinhos que também se queixaram. Depois, partiu para a Internet. Em um grupo que relata fatos ocorridos em Cachoeirinha no Facebook, ela recebeu relatos de pessoas de bairros próximos que também tentam descobrir de onde vem este barulho. “Começamos a trocar ideias para descobrir. É um barulho de prensa, essa já é uma conclusão que chegamos. Então passamos a pesquisar e descobrimos que há uma empresa nas proximidades que trabalham com este tipo de equipamento. Já entramos em contato com a mesma, mas ainda não sabemos o que irá acontecer. Alguns vizinhos também se organizaram para ir à Prefeitura fazer a reclamação formal”, acrescenta.

Prefeitura vai investigar

O secretário municipal de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Nelson Martini, disse que ficou sabendo da situação pelas redes sociais. “Na nossa secretaria, pelo menos até o momento, não chegou nenhum tipo de pedido para que fosse verificado este barulho. Acompanhei nas redes sociais o debate e solicitei aos agentes ambientais que investiguem o que está acontecendo. Se o barulho de fato estiver além do permitido, assim que descoberta quem é a empresa que vem produzindo, ela será notificada para se adequar à legislação”, salienta.

O secretário acrescenta que sempre que a população se sentir lesada com relação ao barulho, deve buscar a pasta e denunciar para que seja verificada a situação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.