Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Diário de Cachoeirinha
Publicado em 06/04/2015 - 12h31
Última atualização em 07/04/2015 - 13h05

Cachoeirinha oferece tratamento gratuito para dependentes químicos

Qualquer pessoa pode ter acesso ao tratamento, que é integralmente custeado pela Prefeitura

Foto: Fernando Planella/Divulgação
O primeiro passo para acessar o tratamento contra a dependência química é querer se tratar. Qualquer pessoa, de qualquer idade, pode procurar os Grupos de Mútua Ajuda, que acontecem de segunda a sexta-feira em diferentes locais do município, ou a sala do Programa Cachoeirinha de Cara Limpa, junto ao Crepop, ao lado da sede da Prefeitura. Nestes espaços, é feito o primeiro acolhimento dos dependentes e seus familiares.
 
Na recepção do Programa, a técnica de enfermagem Tatiana da Silva faz a primeira entrevista e encaminha o paciente para avaliação odontológica, médica e psiquiátrica. Após as consultas e entrega de todos os exames, ele vai para internação na Comunidade Terapêutica: se for homem adulto, para a Reviver, se for menor ou do sexo feminino, para o Recreo em Montenegro.
 
Qualquer pessoa pode ter acesso ao tratamento, que é integralmente custeado pela Prefeitura. Tatiana explica que não há fila de espera para entrar na Comunidade e que o ingresso é rápido. “Em média leva uns 20 dias para ele começar o período da internação, que dura 9 meses”. Durante este tempo, as famílias também são tratadas. Após o retorno do interno ao convívio familiar, todos continuam sendo acompanhados nos grupos.

Publicidade