Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Nem a escola escapa

Osmar Stuart ficou sem a sua única televisão

Enquanto se prepara param a volta às aulas, professores foram surpreendidos por furto
07/02/2018 10:57 07/02/2018 10:57


Fernando Lopes/GES-Especial
Só restou o armário onde ficava a televisão
A última segunda-feira, dia 5, seria mais um dia de trabalho para a direção da Escola Municipal de Ensino Fundamental Osmar Stuart, na Vila da Paz. Porém, ao chegar à instituição, a diretora Patrícia Maciel e a vice Matilde Hofstatter sentiram que algo estava diferente. “Abrimos a biblioteca e vimos que haviam mexido no local. Foi então que percebemos que a televisão e o DVD tinham sido levados”, conta a diretora.

Na escola não há sinal de arrombamento. Quem cometeu o furto entrou por uma janela basculante que fica na própria sala da biblioteca. “É estranho porque esta janela dificilmente é aberta e também não muito fácil de abrir. Quem fez, sabia exatamente o que fazia”, afirma a vice.

Segundo as professoras, o alarme da instituição chegou a tocar, mas a empresa de vigilância não acionou os responsáveis como costumeiramente fazem. Um registro de ocorrência foi feito e a Secretaria Municipal de Educação avisada do ocorrido.

Esta não é a primeira vez que a escola sofre com a violência. Há pouco tempo, uma pia que fica em um dos corredores da escola foi levada. “Nós postamos no Facebook da escola e um comerciante nos avisou que uma pessoa tinha ido lá vender a pia. Ele nos devolveu. Agora postamos novamente com a esperança de recuperar o material que é muito necessário para o desenvolvimento das aulas”, acrescenta a diretora Patrícia.

Só tinha aquela


Fernando Lopes/GES-Especial
Furto foi realizado por janela basculante
O maior lamento da direção da escola é que a televisão e o DVD eram os únicos equipamentos que a escola de 150 alunos e uma das que recebe as crianças de menor renda do município. “A televisão e o DVD eram muito usados diariamente. A responsável pela biblioteca utiliza para atividades com as crianças, para o acolhimento. Tínhamos um karaokê, um videogame e agora todas essas atividades não serão possíveis”, explica a vice Matilde. O furto da televisão foi divulgado na página da escola do Facebook e muitas pessoas estão incentivando a escola a fazer uma vaquinha para a compra de outra. “Nosso orçamento é de R$ 11 mil anuais e é usado para compra de materiais de limpeza, tinta da impressora, entre outras. Não teremos como comprar outro equipamento. Nossa esperança é que devolvam”, garante a diretora.

Um pouco de cor


Fernando Lopes/GES-Especial
Professores estão colorindo a escola para a volta às aulas
Apesar da tristeza pelo furto, a equipe da escola não para de buscar a melhoria do espaço que vai receber as crianças em breve. Na manhã de ontem, as professoras colocaram, literalmente, a mão nos pincéis e tintas e começaram a pintar a cerca da escola. Cor e um ambiente especial não vão faltar para receber os pequenos. Agora só falta a solidariedade da comunidade para que as crianças voltem a ter uma televisão.


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE