Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Passagem do Ockhi

Ciclone deixa 16 mortos e 100 desaparecidos na Índia e Sri Lanka

Força dos ventos chegou a 130 km/h
01/12/2017 06:55 01/12/2017 06:55

LAKRUWAN WANNIARACHCHI/AFP
Com ventos de 130 km/h, milhares de árvores caíram na Índia e Sri Lanka durante a passagem de ciclone
Ao menos 16 pessoas morreram e cem estão desaparecidas na Índia e no Sri Lanka após a passagem do ciclone Ockhi, anunciaram as autoridades dos dois países.

Nove pessoas morreram na Índia e sete no Sri Lanka, em sua maioria em acidentes com árvores derrubadas pelos ventos de até 130 km/h.

A Marinha indiana enviou navios para ajudar os barcos pesqueiros, informou a ministra da Defesa, Nirmala Sitharaman. Pelo menos cem pessoas estão desaparecidas no país.

O ciclone Ockhi, que provocou muitos danos materiais e cortes de energia elétrica, se desloca do Sri Lanka para o sul da Índia.

A potência do Ockhi pode aumentar nas próximas 24 horas, de acordo com o serviço meteorológico.

A costa leste indiana é afetada por ciclones entre abril e dezembro.

Em 1999 um ciclone deixou mais de 8.000 mortos no estado de Odisha (leste).


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE