Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Em Porto Alegre

Novos lotes de ingressos para shows do Coldplay vieram de bilhetes cancelados de cambistas

De 11 para 12 de outubro, novas entradas foram colocadas à venda após a Eventim identificar cambismo em sites não autorizados e vendas ilegais nas redes
19/10/2017 17:15 19/10/2017 17:45

Divulgação/Coldplay.com
Banda de Chris Martin toca dia 11 de novembro em Porto Alegre
A Eventim, responsável pela venda oficial de ingressos para grandes eventos no Brasil e em outros 24 países, divulgou nesta quinta-feira (19) que cancelou a venda de um determinado número de ingressos, vendidos em julho, para os shows do Coldplay no Brasil (São Paulo 7/11 e 8/11 e Porto Alegre 11/11) porque, segundo a empresa, as entradas estariam sendo revendidas de forma ilegal em sites de revenda não oficiais e redes sociais, com valores acima do valor original, o que acarretaria em crime de cambismo.

A informação foi divulgada exatamente uma semana após, surpreendentemente, a Eventim colocar à venda, sem divulgação prévia, da noite do dia 11 para o dia 12 de outubro, novos lotes de ingressos para todos os três shows do Coldplay no Brasil, praticamente em todos os setores dos estádios Allianz Parque e Arena do Grêmio. As entradas para os três shows da banda britânica estavam todas esgotadas desde o mesmo dia em que foram colocadas à venda ao público geral, em 21 de julho de 2017. Na época, todos os bilhetes se esgotaram em poucas horas.

Após os ingressos de supostos cambistas serem cancelados e disponibilizados outra vez no site da Eventim para novos compradores, eles novamente se esgotaram em questão de horas. Mas muitos fãs relataram reclamações porque não entendiam de onde estariam saindo tantas entradas, já que elas estavam esgotadas há mais de dois meses.

"Os ingressos disponíveis para compra são os que foram cancelados devido a identificação de venda ilegal dos mesmos. A Eventim preza pela transparência e é contra qualquer prática ilegal. Além disso, faz questão de que os ingressos estejam nas mãos dos verdadeiros fãs", informou a assessoria de imprensa da Eventim. Além disso, a empresa disponibilizou um comunicado sobre uma operação feita pela Polícia Federal que resultou em uma Medida Cautelar Inominada. 

Confira abaixo a íntegra da Nota da Eventim sobre o assunto.

COMUNICADO EVENTIM

"A EVENTIM, presente em 25 países, aportou em solo brasileiro em 2016 e desde então
consumidores de diversas regiões do país fazem a compra de seus ingressos por meio dos canais oficiais, incluindo online e o aplicativo mobile. A empresa já comercializou grandes eventos como os Jogos Olímpicos Rio 2016 e shows do Roberto Carlos, Guns N’ Roses, Coldplay, Harry Styles, Foo Fighters, Niall Horan, entre outros, e conta ainda com parcerias exclusivas com grandes casas de shows em diversos estados.

Um dos principais diferenciais da Eventim é seu sistema, que oferece segurança tanto para artistas e promotores, quanto para o público. Os servidores estão alocados na Alemanha e são os mesmos utilizados em todos os países em que a empresa atua, tendo capacidade técnica de processar 40 mil solicitações por segundo. 

Preocupada em garantir a segurança de seus clientes, a empresa investe em sistemas anti-fraude e trabalha ao lado das autoridades competentes para combater a prática ilegal de revenda de ingressos.

Todos os clientes são registrados no momento da compra de ingressos, e de acordo com os termos e condições de venda, os mesmos podem ser cancelados caso sejam identificados em alguma atividade irregular, como em sites de terceiros, redes sociais e até mesmo em vendas presenciais.

A empresa apoia a decisão do delegado Ricardo Barboza, titular da Delegacia do Consumidor (DECON) que representou, junto ao Juizado do  Torcedor e dos Grandes Eventos, uma medida cautelar inominada contra os sites Viagogo e Stubhub, que atuam na intermediação da venda e compra de ingressos destinados a shows e eventos esportivos.  A ação visa o bloqueio dos sites, impedindo que eles sejam acessados livremente por usuários domiciliados no território nacional. 

As investigações revelaram que os sites estariam praticando o crime de cambismo, vendendo ingressos a preços acima do valor original de venda. De acordo com o delegado, os sites também podem estar incorrendo no crime de estelionato, tendo em vista as inúmeras reclamações referentes à venda de meia entrada e de idosos para pessoas comuns, além da comercialização de ingressos falsos.

A EVENTIM acredita que os ingressos devem sempre estar nas mãos dos fãs e, por isso, continuará contribuindo com as autoridades competentes para coibir a prática ilegal de revenda de ingressos.

Sobre a EVENTIM: Resultado da joint venture formada pela CTS EVENTIM e SONY MUSIC ENTERTAINMENT, a EVENTIM aportou na América Latina em 2016 com o objetivo de comercializar ingressos de shows, eventos e espetáculos na região. Com sede em São Paulo e escritórios adicionais em Salvador, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, a empresa traz ao Brasil a expertise adquirida por meio de sua presença em mais de 25 países desde 2009, como Alemanha, Itália, Holanda, Israel e Espanha."


Diário de Cachoeirinha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE