Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Um doce amor

Depois de vender trufas na sinaleira, casal realiza sonho de casar

No último domingo, eles finalmente tiveram um doce felizes para sempre


Nataly Motta/Divulgação
Enfim casados
Foram nove meses debaixo do sol, do frio e do tempo feio. Mas tudo valeu muito a pena. O sonho do casal Letícia Feliciano de Siqueira, 17 anos, e Cristian Queiroz Matos, 21, finalmente se realizou. O casamento e o início do “felizes para sempre” aconteceu no último domingo, dia 10, no Largo da Quintino em Gravataí.

Os jovens ficaram conhecidos como “casal trufa”, tudo porque, no início deste ano, resolveram começar a juntar dinheiro para casar. Por isso, sempre depois do trabalho e antes de irem às aulas de educação física na Ulbra, eles iam para a sinaleira da parada 79 da Dorival de Oliveira vender trufas. No corpo carregavam a placa “nos ajude a casar” e a cada sinal vermelho percorriam os carros oferecendo o doce vendido a R$ 2.

Depois de criarem uma página contando a sua história no Facebook e de darem algumas entrevistas, o casal acabou ficando conhecido e mobilizou muitas pessoas que resolveram ajudar. Tanto que o casamento programado para dezembro de 2018 precisou ser antecipado. “Muitas pessoas quiseram nos ajudar. Nunca esperávamos nada disso acontecer. Tínhamos o nosso sonho, fomos para a rua vender as trufas, uma ideia da Letícia, e no final acabou repercutindo tanto e Deus abençoou a gente de uma maneira que nem podemos explicar”, conta Cristian.

As ajudas surgiram de vários lugares e de muitas formas. Graças a elas, o sonho se concretizou.

De folga das trufas

Nestes nove meses, eles nunca pararam de vender trufas. Além da parada 79, o casal foi para a Usina do Gasômetro em Porto Alegre. “Há três sábados paramos com as vendas em função da organização do casamento. Mas eram sete dias por semana de venda. Acreditamos que neste tempo vendemos em torno de 20 mil trufas. Em alguns dias, vendíamos até 200 e muita gente comprava por conhecer a nossa história”, conta Letícia.

Com a venda dos doces, mais as ajudas recebidas, eles conseguiram pagar todo o casamento e até mesmo comprar algumas coisas para a casa onde estão morando. Apesar de toda a gratidão que eles têm ao doce que ajudou na realização do sonho, por algum tempo eles não querem saber de chocolate. “Está bom por enquanto. Vamos deixar as trufas para os outros”, brinca ele.

Muitos parceiros para o sonho

O dia tão esperado teve o registro da fotógrafa de Cachoeirinha Nataly Motta que assina o projeto Assinado Amor e se sensibilizou com a história do casal. Ela produziu um ensaio pré-casamento em Gramado e também registrou a data. “A gente jamais imaginava encontrar tantas pessoas legais no nosso caminho. Recebemos o espaço para a festa, a decoração, as fotos, filmagem. Foi um sonho perfeito”, conta a recém-casada. E tudo foi como eles pensaram, ao ar livre, durante uma linda tarde. “Foi mais do que a gente sonhava”, acrescenta Cristian. A placa que eles levavam junto à sinaleira também fez parte da decoração da festa e agora tem lugar especial na casa. “Ela será pra sempre parte da nossa história”, dizem.

O futuro

Agora os planos são seguir estudando e trabalhando para realizar novos sonhos. “A gente quer concluir a faculdade, ter a nossa casa, comprar as nossas coisas e curtir muito o casamento”, conta Letícia por telefone, direto de Gramado, onde os dois curtem a lua-de-mel. Sobre quem também tem o sonho de casar, os dois dão a dica. “Tem que ter muita força de vontade, acreditar em Deus e correr atrás. Nada cai do céu, mas é preciso acreditar que os sonhos acontecem”, finaliza ele. A história dos dois só está no começo. Mas é o princípio do felizes para sempre tão sonhado.

Veja as fotos do grande dia

  • Muitas trufas precisaram ser vendidas para o sonho se realizar
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Com direito a uma festa de sonhos
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Enfim casados
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • O registro pelas lentes da fotógrafa Nataly Motta
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • E eles agora vivem o tão esperado felizes para sempre
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Cristian e Letícia casaram no último dia 10 de setembro ao ar livre
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • A noiva antes do casamento
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Cristian e Letícia casaram no último dia 10 de setembro
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Casamento ao ar livre, como eles sonharam, foi no domingo
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • A família dos noivos
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Letícia estava radiante
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • O sonho foi realizado graças a muitos colaboradores
    Foto: Nataly Motta/Divulgação
  • Para realizar o sonho, eles venderam trufas durante nove meses
    Foto: Nataly Motta/Divulgação



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE