Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Golpe do bilhete premiado

Casal de idosos perde R$9 mil

Criminosos levaram as vítimas até agência bancária para sacar, com a promessa de R$200 mil, como pagamento


Giovani de Oliveira/GES-Especial
Casal foi levado à agências bancárias pelos criminosos
Um homem de 70 anos e sua esposa, de 69 anos, foram vítimas do golpe do bilhete premiado na manhã desta terça-feira (5), no Centro de Gravataí.


O casal estava caminhando quando foi abordado por um outro idoso, que pedia informações. “Ele estava procurando uma agropecuária, disse que tinha ganhado R$400, na Quina, mas como era analfabeto, ia encontrar um tal de Júlio, que ia lhe ajudar”, contou a senhora, que assim como o marido pediu para não ser identificada.


Enquanto os dois tentavam ajudar o homem a descobrir o endereço, um outro rapaz surgiu. Dizendo ser médico e trabalhar em uma clínica ali perto, ele se propôs a ligar para a Caixa Econômica Federal e descobrir como poderiam retirar o dinheiro. “A ligação foi pelo viva voz, disseram que o prêmio não era de R$400, e sim de R$1,4 milhão”, conta o idoso.
Para sacar o dinheiro, no entanto, o ganhador precisaria ter uma poupança na Caixa, com no mínimo R$10 mil, valor que o falso ganhador informou não ter, mas se os outros lhe emprestassem, seriam recompensados com R$100 mil cada um, logo que o prêmio fosse retirado.


Neste momento, o suposto médico se ofereceu para levar todos ao banco. Na agência do Banco do Brasil, no Centro de Gravataí, o idoso retirou R$5 mil e foi informado que não poderia retirar um valor maior em um único saque. O grupo foi então à agência de Cachoeirinha, onde a vítima sacou mais R$4 mil. O motorista prometeu levar todos a uma agência da Caixa para abrir a conta, depositar e retirar o prêmio, mas pediu que o casal fosse até uma loja, buscar uma sacola para carregar o dinheiro, quando o voltaram, o carro não estava mais lá. O falso campeão e o suposto médico haviam desaparecido, levando o dinheiro dos idosos. O crime foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí.





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE