Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

PUBLICIDADE
Polícia

Jovens apontadas como participantes de morte de Marta serão ouvidas

As três meninas, colegas de aula da adolescente morta por asfixia, passarão por acareação

Arquivo pessoal/
Marta Gonçalves foi morta por asfixia dentro da Escola Luiz de Camões
Deve ocorrer às 15 horas desta sexta-feira (10), a acareação das três adolescentes apontadas como participantes na morte de Marta Avelhaneda Gonçalves, 14 anos. Elas são esperadas na 1ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha.

O delegado Leonel Baldasso, responsável pelo caso, irá questionar a versão da morte da menina, já que o laudo do Departamento Médico Legal (DML) aponta asfixia com força, por um golpe de gravata, e as jovens, em depoimento, afirmaram que Marta apenas passou mal após uma briga na troca de períodos, em sala de aula. "Quero confrontá-las, já que a versão apresentada não bate com a causa da morte", afirma.

Marta morreu na tarde da última quarta-feira, na Escola Estadual Luiz de Camões. Ela era novata na instituição e estava no seu terceiro dia de aula. A diretora da escola, Fani Drehmer, também deve ser chamada para prestar depoimento à Polícia Civil.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS