Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

PUBLICIDADE
Polícia

Combate a criminalidade com base em estudos

Novo comando da BM de Cachoeirinha será linha dura

Cachoeirinha possui um novo comandante no 26º Batalhão de Polícia Militar a cerca de 20 dias. O major Luciano Moritz Bueno é quem responde agora pela corporação e já avisa que a linha será dura contra a criminalidade.

Ele destaca que através da análise criminal e da incidência de crimes nas regiões do município, já está montando um planejamento para dar ainda mais força à Operação Avante. “Vamos trabalhar basicamente em cima dos dados estatísticos para conseguirmos efetuar abordagens policiais qualificadas e barreiras dinâmicas.”

Sobre os casos registrados, o comandante já revela que Cachoeirinha possui uma característica de apresentar um grande número de assaltos a pedestres, seguidos de roubo de veículo. “Este último acontece mais em zonas nobres da cidade, onde nossa atuação será intensificada.”

Já para combater o assalto a pedestre, ele revela que a patrulha bancária (que fica nas proximidades das agências da área central), será reforçada e também atuará pela área central, da Avenida Flores da Cunha.

Efetivo

Já neste mês, a cidade deve estar recebendo um reforço no efetivo das ruas. Os alunos do curso de formação de soldados que está sendo feito em Canoas irão realizar estágio na região metropolitana e Cachoeirinha também será contemplada. “Assim, farão parte do plantel da nossa Operação Visibilidade”, comenta.

Parceria com a comunidade

O major Luciano afirma que para que todas as ações previstas pelo seu comando possam ter êxito, é necessário ter o apoio da comunidade. “Por isso, estou fazendo questão de conhecer as esferas de poder da cidade, executivo, legislativo e judiciário e ainda as lideranças comunitárias.”

Ele afirma que estão programadas palestras e reuniões em diversos pontos da cidade, para saber das demandas de cada bairro. “Precisamos e contamos com a comunidade. As pessoas são também os olhos da Brigada Militar. Precisamos das informações que elas possam nos passar, principalmente com relação ao combate ao tráfico de drogas”, diz o comandante destacando que todos os outros crimes são ligados a esta prática.

Primeira vez como comandante

O major Luciano Moritz Bueno, tem 49 anos de vida e destes, 27 dedicados à Brigada Militar. Esta é a primeira vez que é o titular de um comando de batalhão de uma cidade. “Fui agraciado com um cargo que, geralmente, é ocupado por um tenente-coronel (um posto a cima na hierarquia da corporação), o que é uma honra.”

Antes de assumir o maior posto da Brigada Militar em Cachoeirinha, o major Luciano era subcomandante do 11o Batalhão de Polícia Militar, na zona norte de Porto Alegre.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS