Compartilhar...

VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 4430 - Monte Belo - Gravataí/RS - CEP: 94050-000
Fones: (51) (51) 3489-4000

PUBLICIDADE
Trânsito

Atravessar o cruzamento no Distrito Industrial é um desafio

Interseção entre as avenidas Ari Rosa dos Santos e Frederico Ritter registra diversos acidentes
Foto: Diléa Fronza/GES-Especial
Basta alguns minutos observando o cruzamento entre as avenidas Ari Rosa dos Santos e Frederico Ritter, no Distrito Industrial, para ver que o local tem sérios problemas. Muitos motoristas, ao fazer a conversão, tanto para entrar na Ari Rosa como para sair dela, esquecem de olhar para todos os lados e acabam provocando pequenos acidentes. No último dia 23, o choque entre um carro e um caminhão deixou o trânsito lento logo no início da manhã.
E este não foi o único. Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, acidentes com grandes e pequenos danos são registrados semanalmente na área, na maioria das vezes provocados por descuido dos motoristas.
Quem circula por aí diariamente sente as dificuldades. “Saio de casa todos os dias às 6h30 em direção a Porto Alegre. Venho da Ari Rosa dos Santos e preciso acessar a Frederico Ritter. Percebo que os acidentes são recorrentes. Já perdi a conta de quantos vi. É carro, moto, caminhão. Precisa ter um semáforo neste local, está muito perigoso”, afirma o analista de sistemas Luciano Fischer Lummertz.
Mobilidade tem projeto
De acordo com Carlos Massalai, chefe do departamento de Trânsito da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, está em estudo um projeto para colocação de semáforos tanto nessa interseção como em outra próxima, que fica entre a Frederico Ritter e a Quadra Um, uma nova rua que está sendo feita na região. “Serão oito sinaleiras no total, que irão pelo menos dar um alento para o trânsito do local. Estamos aguardando a liberação de alguns materiais e por isso ainda não podemos estipular um prazo para que o serviço seja feito. Mas queremos que aconteça o quanto antes”, afirma.
Massalai diz que são frequentes os acidentes no local. “A maioria destes acidentes são provocados porque o motorista acaba esquecendo de olhar para algum dos lados. Outro problema no local é o excesso de velocidade. Esta é o que chamamos de uma interseção em T e por isso toda a atenção é necessária”, explica.
Ele lembra que a via preferencial é a Frederico Ritter e, por isso, quem está na Ari Rosa deve aguardar para passar. Por outro lado, acredita que com a volta dos controladores de velocidade, os acidentes, principalmente os pequenos, devem diminuir porque os motoristas estarão andando mais devagar. “Porém, não adianta a sinalização se o motorista não fizer a sua parte. É preciso atenção sempre”, frisa.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS